Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Dirigente da Uefa, Rummenigge defende Rubiales após beijo: “Já cheguei a beijar homens”

    Para o alemão, membro do Comitê Executivo da entidade, ato de presidente da Federação Espanhola foi "absolutamente normal"

    Karl-Heinz Rummenigge defendeu o presidente da Federação Espanhola, Luis Rubiales
    Karl-Heinz Rummenigge defendeu o presidente da Federação Espanhola, Luis Rubiales Gisela Schober/Getty Images

    Da CNN

    Membro do Comitê Executivo da Uefa, entidade que comanda o futebol europeu, o ex-jogador alemão Karl-Heinz Rummenigge minimizou o beijo de Luis Rubiales, presidente da Real Federação Espanhola de Futebol, na meio-campista Jenni Hermoso durante a premiação da Copa do Mundo Feminina.

    Rummenigge, que também foi CEO do Bayern de Munique, classificou o ato do dirigente espanhol como normal.

    “Creio que não se pode exagerar”, disse o ex-atacante da seleção alemã em um evento em Hamburgo, de acordo com o diário espanhol “As”.

    “Quando você é campeão do mundo, fica emocionado. E o que ele [Rubiales] fez ali, com todo o respeito, foi absolutamente ok. Me lembro que na última vez que ganhamos a Champions [com o Bayern], eu cheguei a beijar homens. Não na boca, mas sim de alegria”, completou Rummenigge.

    Além de presidente da federação nacional, Luis Rubiales é vice-presidente da Uefa, eleito em 2019 para o cargo. Nesta segunda-feira (21), ele pediu desculpas pelo beijo em Jennifer Hermoso.

    “Seguramente errei, tenho que reconhecer. Num momento de máxima efusividade, sem qualquer má intenção ou má-fé, aconteceu o que aconteceu, de maneira muito espontânea”, disse.

    “Tenho de pedir desculpa, não tenho alternativa. Além disso, tenho de aprender com isso e perceber que, quando represento uma instituição tão importante quanto a Federação, sobretudo em cerimônias, tenho que ter mais cuidado”, continuou Rubiales.

    (Publicado por Bruno Rodrigues)

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas