Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Djokovic perde bronze, desiste nas duplas mistas e deixa Tóquio sem medalhas

    Sérvio, que sonhou com a conquista dos 4 Grand Slam e o torneio olímpico no mesmo ano, encerra participação sem subir ao pódio

    Novak Djokovic durante a derrota para Pablo Carreno Busta na disputa do bronze nas Olimpíadas 2020
    Novak Djokovic durante a derrota para Pablo Carreno Busta na disputa do bronze nas Olimpíadas 2020 Foto: Seth Wenig - 31.jul.2021/AP

    Fabrício Julião, da CNN; Marcelo Tuvuca, colaboração para a CNN

    O tenista número 1 do mundo, Novak Djokovic, chegou ao Japão com o sonho de conquistar em 2021 o “Golden Slam” – os títulos dos quatro Grand Slam e o torneio olímpico no mesmo ano – e a chance de levar duas medalhas de ouro, nos torneios de simples e duplas mistas. O sérvio, no entanto, encerrou sua participação nas Olimpíadas de 2020, neste sábado (31), sem nenhuma medalha.

    Depois de ter sido eliminado pelo alemão Alexander Zverev na semifinal, ele perdeu hoje a disputa da medalha do bronze para o espanhol Pablo Carreno Busta, atual número 11 do mundo, por 2 sets a 1 (6/4, 6/7 e 6/3).

    A ausência dos veteranos Roger Federer e Rafael Nadal colocou Djokovic como principal candidato a levar o ouro olímpico no tênis. A conquista ainda aumentaria as chances de o sérvio levar o “Golden Slam” — ele já ganhou três Grand Slam em 2021 — e igualar a façanha que só foi atingida pela alemã Steffi Graf, em 1988.

    Mais uma derrota em Olimpíadas

    O sérvio confirmou seu favoritismo no torneio até chegar à semifinal, quando caiu de virada diante do alemão Alexander Zverev, atual número 5 do mundo, por 2 sets a 1 (1/6, 6/3 e 6/1). Restou a chance de subir ao pódio, encerrada com a perda do bronze para o espanhol neste sábado. 

    Foi a segunda vez que ele terminou em quarto lugar – em 2012, em Londres, ele perdeu a disputa do bronze para o argentino Juan Martín Del Potro. No Rio, quatro anos depois, Djokovic caiu novamente diante de Del Potro, dessa vez na primeira rodada.

    O sérvio só conseguiu em Olimpíadas aconteceu somente em 2008, quando ele conquistou o bronze.

    Decepção também nas duplas mistas

    Além da disputa tradicional do simples, Djokovic também disputou em Tóquio o torneio de duplas mistas, ao lado da compatriota Nina Stojanovic. No caminho, os sérvios eliminaram a dupla brasileira Luisa Stefani/Marcelo Melo, mas caíram na semifinal contra os russos Elena Vesnina e Aslan Karatsev.

    A disputa do bronze aconteceria na sequência da derrota de Djokovic para Pablo Carreno Busta, mas o sérvio desistiu — a justificativa, segundo a Federação Internacional de Tênis, foi uma lesão no ombro esquerdo. O bronze nas duplas mistas ficou com a dupla australiana John Peers e Ashleigh Barty, encerrando o sonho de Djokovic de subir ao pódio em Tóquio.