Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Técnico do Catar defende time após eliminação e faz mistério sobre futuro

    Anfitrião da Copa do Mundo 2022, Catar deixa a competição sem ter marcado pontos

    Estadão Conteúdo

    Em entrevista coletiva após a partida que terminou com a eliminação do Catar na fase de grupos da Copa do Mundo 2022, o técnico Felix Sánchez defendeu seu time, que fez a pior campanha como anfitrião em todos os Mundiais.

    Ao fim do jogo, Sánchez adotou uma postura amistosa. Felicitou seus comandados e disse ter ficado satisfeito com a dedicação do elenco. “O objetivo era competir. Nós vimos isso. Fizemos dois bons jogos com Senegal e Holanda. Não estivemos ao nosso nível. As conclusões são essas e somos realistas”, acrescentou o treinador espanhol.

    O fato de ter encerrado a fase de grupos sem somar um ponto sequer não diminuiu o orgulho do treinador com o seu trabalho. “Temos consciência do alto nível da competição, mas infelizmente as coisas não aconteceram. Agora, é dar a volta por cima e pensar no que fazer”, disse Sánchez.

    O treinador evitou falar sobre seu futuro na seleção do Catar. Existe a expectativa de uma conversa para uma possível extensão do projeto com a seleção do país. Sánchez, no entanto, não recebeu nenhum sinal dos dirigentes neste sentido. “Não sei o meu futuro”, afirmou.

    “Um dos pontos para a equipe do Catar é que existe um projeto de país que não depende de uma pessoa, nem de mim. A Federação planejará quais serão os próximos passos. Jogar a Copa da Ásia, a classificação para a Copa da Ásia, enfim, veremos o que vai acontecer”, comentou.

    Tabela da Copa do Mundo 2022

    Acompanhe o resultado dos jogos!