Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Investidor do Atlético-MG, Rubens Menin celebra título de 1937 reconhecido pela CBF

    Galo foi reconhecido nesta sexta-feira (25) como tricampeão brasileiro pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF)

    Pedro Leiteda Itatiaia

    Belo Horizonte

    Empresário e controlador da CNN Brasil, Rubens Menin celebrou o reconhecimento do clube como tricampeão brasileiro.

    A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) oficializou nesta sexta-feira (25), no Rio de Janeiro, o Torneio dos Campeões, vencido pelo Alvinegro em 1937, como a primeira edição do Campeonato Brasileiro.

    A campanha

    A estreia do Atlético-MG não foi nada animadora. O Galo enfrentou o Fluminense, favorito ao título, e levou uma sonora goleada. No Estádio das Laranjeiras, no Rio de Janeiro, o Tricolor venceu por 6 a 0. Os gols foram de Hércules (3), Russo (2) e Romeu.

    O segundo jogo do Galo na competição também foi fora de casa. O Atlético visitou no Rio Branco no Estádio Governador Bley, em Vitória, no Espírito Santo.

    O time mineiro saiu em vantagem com gol de Alfredo Bernardino, no primeiro tempo, mas os donos da casa empataram no fim com Pereira, de pênalti.

    Depois de dois jogos como visitante, o Atlético-MG fez o primeiro jogo em casa e conseguiu quebrar o jejum de vitórias no Torneio dos Campeões. E foi em grande estilo, com goleada por 5 a 0 sobre o Portuguesa, no Estádio de Lourdes, em Belo Horizonte.

    O grande nome da partida foi o atacante Paulista, autor de quatro gols. Duilio, contra, completou a goleada.

    O Galo recebeu o Fluminense no Estádio de Lourdes, em sua quarta partida no Torneio dos Campeões.

    O Atlético-MG deu o troco no Tricolor e goleou o rival por 4 a 1. Nicola, duas vezes, Alfredo Bernardino e Paulista marcaram pelo time mineiro, enquanto Vicentino descontou.

    Essa foi a primeira vitória da história alvinegra sobre o time carioca. Até então, eram sete confrontos, com cinco derrotas e dois empates.

    Campeão

    O Atlético-MG poderia ser campeão antecipadamente do Torneio dos Campeões. Bastava vencer o Rio Branco, no Estádio de Lourdes.

    E o Galo atropelou o time visitante por 5 a 1 para celebrar a conquista histórica. O time alvinegro levou um susto e saiu atrás no placar com gol de Lacínio. Mas depois, só deu Galo.

    A lenda alvinegra Guará, quarto maior artilheiro da história do clube, empatou. Pouco depois, Bazzoni virou o placar. Na etapa final, Paulista, duas vezes, e Nicola, fecharam o placar.

    Faltava ao Atlético-MG, já campeão, vencer um jogo fora de casa no Torneio dos Campeões.

    E o triunfo aconteceu na rodada derradeira. Com dois gols de Guará e um de Paulista, o Galo venceu a Portuguesa por 3 a 2 (Heitor e Aurélio descontaram), no Estádio Cambuci, em São Paulo, e encerrou a trajetória na competição com mais um triunfo.

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas