Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Zebra contra europeus, Japão pode ficar no caminho do Brasil em eventual quartas

    Com banco de reservas com boas opções e goleiro milagreiro, Japão deixou Espanha e Alemanha para trás no grupo E

    Jogadores do Japão comemoram vitória sobre a Espanha
    Jogadores do Japão comemoram vitória sobre a Espanha Paul Childs/Reuters

    Henrique Sales Barrosda CNN

    Em São Paulo

    A primeira vítima foi a Alemanha. A segunda, a Espanha. As duas caíram pelo mesmo placar – de 2 a 1 – e para o mesmo adversário: o Japão, que surpreendentemente avançou em primeiro no grupo E da Copa do Mundo no Catar e pode enfrentar a Seleção Brasileira em uma eventual quartas de final.

    Nas duas vitórias contra europeus, o roteiro do Japão foi semelhante: deixou a bola mais com o adversário, teve a entrada de reservas de qualidade descansados no segundo tempo para virar partidas até então perdidas e contou com o goleiro Shuichi Gonda em desempenho inspirador parar segurar os três pontos.

    Além disso, assim que fez um gol, o Japão tratou de fazer o outro o mais rápido possível, aproveitando o abalo causado no adversário. Contra a Alemanha, os dois gols saíram entre os 30 e os 38 minutos da etapa final. Já contra a Espanha, aos três e aos seis minutos do segundo tempo.

    Dois desses gols, justamente os primeiros contra os espanhóis e os alemães, vieram de Ritsu Doan, uma ponta de 24 anos que atua no futebol alemão – no Freiburg – e, em ambas as partidas, entrou após uma substituição.

    Além de Doan e Gonda, o Japão conta com as estrelas de outros jogadores, como o meia Ao Tanaka – que iniciou como titular contra a Alemanha e a Espanha – e Kaoru Mitoma – mais um que, vindo do banco de reservas, sempre incendeia o jogo.

    Pelas oitavas, o Japão enfrentará a Croácia na segunda-feira (5), ao 12h (horário de Brasília). Se o Brasil avançar em primeiro no grupo G – depende de pelo menos um empate contra Camarões na sexta-feira (2) -, jogará a primeira etapa do mata-mata no mesmo dia, às 16h (horário de Brasília).

    Um possível adversário do Brasil na chave ainda está indefinido, mas Gana e Uruguai despontam como favoritos, embora Coreia do Sul e até Portugal também possam pingar por ali.

    O que importa, é: pelas quartas de final, na sexta-feira (9), ao 12h (horário de Brasília), se enfrentarão as seleções que avançarem entre Croácia versus Japão e entre quem vencer no outro jogo que deve ter a Seleção Brasileira envolvida. Um confronto entre Brasil e Japão, portanto, é possível.

    Copa do Mundo 2022

    Acompanhe o resultado dos jogos!