Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    “Levando nosso Rei para casa”, diz filho de Pelé em comboio até Santos

    Edinho publicou uma foto no Instagram a caminho da Vila Belmiro, onde será o velório do ex-jogador

    Publicação de Edinho, filho de Pele, no Instagram
    Publicação de Edinho, filho de Pele, no Instagram Reprodução/Instagram

    Marina ToledoTiago Tortellada CNN

    em São Paulo

    O filho de Pelé, Edinho, publicou, na madrugada desta segunda-feira (2), uma imagem do comboio que leva o corpo do Rei do Futebol até o estádio Urbano Caldeira, a Vila Belmiro, em Santos, no litoral de São Paulo, onde será realizado o velório.

    “Levando o nosso Rei para casa”, escreveu na publicação no Instagram.

    O ex-jogador foi transferido do hospital Albert Einstein, na capital paulista, para o local por volta das 2h desta segunda.

    É esperada uma grande quantidade de pessoas na despedida do maior jogador brasileiro da história, entre torcedores e autoridades. O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), tem previsão de estar presente na cerimônia entre 11h e 12h.

    As pessoas que desejarem se despedir do ex-jogador poderão entrar na Vila Belmiro pelos portões 2 e 3. A saída será efetuada pelos portões 7 e 8. As autoridades terão acesso pelo portão 10.

    Nas arquibancadas onde estão os lugares destinados aos associados, foram estendidas faixas com a imagem de Pelé com a camisa 10 do clube.

    No gramado, duas tendas foram montadas. A menor, será destinada a familiares e ídolos do clube –um pedido do Rei do Futebol– com aproximadamente 100 lugares, e outra para autoridades e convidados.

    Preparação do estádio da Vila Belmiro, em Santos, para o velório de Pelé

    O velório de Pelé será encerrado na terça-feira (3), também às 10h. Em seguida, será realizado um cortejo pelas ruas da cidade, passando pelo canal 6, onde mora a mãe do ex-jogador, dona Celeste Arantes do Nascimento.

    O sepultamento será realizado no Memorial Necrópole Ecumênica, sendo reservado para a família, a partir das 14h.

    Para preservar o corpo de Pelé entre quinta-feira (29), data da morte, até o dia do enterro, foi feito um procedimento chamado de tanatopraxia. Popularmente, o processo é conhecido como embalsamento.

    (*Com informações de Douglas Porto, Karla Chaves, Renan Fiuza e Matheus Meirelles)