Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    McLaren vai adotar homenagem permanente a Ayrton Senna na Fórmula 1

    A partir do GP de Mônaco, carros da escuderia inglesa vão ter o "S" do piloto brasileiro marcado na parte interna do halo

    Marca de Ayrton Senna no carro da McLaren na Fórmula 1. Homenagem estará nos carros da escuderia permanentemente a partir do GP de Mônaco.
    Marca de Ayrton Senna no carro da McLaren na Fórmula 1. Homenagem estará nos carros da escuderia permanentemente a partir do GP de Mônaco. F1 / Reprodução

    Léo Lopesda CNN

    em São Paulo

    A McLaren anunciou, nesta sexta-feira (27), que adotará uma homenagem permanente a Ayrton Senna em seus carros de Fórmula 1.

    A partir do Grand Prêmio de Mônaco, que acontece neste final de semana, os carros da escuderia inglesa vão permanentemente ter o “S” do Senna estampado na parte interna do halo – sistema de proteção usado nos veículos desde a temporada de 2018.

    “O carro MCL36 levará o logotipo de Senna, marcando nosso compromisso de celebrar seu legado. Não consigo pensar em uma corrida melhor do que o GP de Mônaco para iniciar este reconhecimento da vida de Ayrton”, disse Zak Brown, CEO da McLaren Racing, em comunicado divulgado à imprensa.

    O piloto brasileiro, que faleceu tragicamente durante uma corrida em 1994, é o maior vencedor do circuito de Mônaco, com seis vitórias acumuladas.

    “Ayrton provou que sua habilidade e habilidade ao volante de um carro de F1 raramente podem ser comparadas. Esta adição aos nossos carros de corrida de F1 será permanente e foi adicionada com o apoio da família Senna”, afirmou Zak Brown.

    “Servirá como um lembrete constante do talento sensacional de Ayrton Senna para nós como equipe e para todos os nossos fãs ao redor do mundo”, completou.

    “Minha maior inspiração”, diz Lewis Hamilton sobre Ayrton Senna em homenagem

    O piloto da McLaren, Lewis Hamilton, já afirmou nas redes sociais que o brasileiro Ayrton Senna é sua “maior inspiração”. A homenagem foi feita por meio do seu perfil na rede social Twitter.

    A publicação é uma montagem que simula os dois caminhando juntos na reta principal do circuito de Interlagos. “Era a forma como ele corria, sua paixão pela vida e pelo esporte”, disse Hamilton na postagem.

    “Mas, mais do que tudo, foi a maneira como ele enfrentou sozinho um sistema que nem sempre foi gentil com ele. Que o legado de Ayrton Senna viva para sempre, especialmente vibrante neste fim de semana.”