Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Naomi Osaka anuncia retorno ao tênis profissional em 2024

    Japonesa pretende ter agenda lotada no ano que vem e destacou a importância da saúde mental

    A tenista Naomi Osaka.
    A tenista Naomi Osaka. Getty Images

    Jacob Levda CNN

    A ex-número 1 do mundo, Naomi Osaka, pretende retornar ao tênis profissional em 2024, disse a jovem de 25 anos em entrevista à ESPN, nesta quarta-feira (6). A tetracampeã, que deu à luz uma menina, em julho, com seu namorado, o rapper Cordae – disse que planeja jogar com uma agenda lotada no próximo ano.

    “São definitivamente muito mais torneios do que eu costumava jogar. Então, acho que algumas pessoas ficarão felizes com isso”, disse. “Acho que é porque percebi que não sei como será o início do ano para mim. Não sei o nível de jogo e acho que tenho que relaxar. Então, pelo menos, vou me preparar para um final de ano muito bom”, disse Osaka.

    Osaka, que não joga desde o Toray Pan Pacific Open em Tóquio, em setembro de 2022, já havia dito que planejava retornar ao tênis em 2024 para o Aberto da Austrália, torneio que já venceu em duas ocasiões anteriores.

    Perguntaram a Osaka se sua pausa no tênis a fez sentir falta, ela disse sim. “Tenho assistido aos jogos e penso: ‘Gostaria de estar jogando também’”, disse Osaka. “Mas estou nesta posição agora e estou muito grata. Eu realmente amo muito minha filha, mas acho que isso realmente alimentou um fogo em mim.”

    Osaka tirou algum tempo do tênis competitivo e fez várias revelações altamente divulgadas sobre suas lutas com a saúde mental após um incidente em 2021, onde ela estava visivelmente estressada e emocionada ao se dirigir à mídia durante uma coletiva de imprensa obrigatória em Roland Garros.

    Posteriormente, ela desistiu do Aberto da França naquele ano e revelou que “sofreu longos períodos de depressão” desde que venceu seu primeiro campeonato importante em 2018.

    Osaka esteve no Aberto dos Estados Unidos em Nova York na quarta-feira. A tenista explicou que aprendeu muito falando sobre suas experiências com saúde mental e se tornando uma defensora da conscientização sobre saúde mental. “Sinto que sou alguém que está aprendendo o tempo todo. Obviamente, aprendi muito com a palestra”, disse Osaka. “Eu diria que meu papel é apenas conscientizar e fazer com que as pessoas saibam que não estão sozinhas”.

    “Dor física e dor mental são quase a mesma coisa para mim. Temos médicos para saúde física, mas quando falamos de saúde mental não é tão bem recebido, por isso é só aumentar a conscientização sobre isso”. Ela também foi questionada sobre seus comentários anteriores de que se sentiu “solitária” enquanto estava grávida.

    “Definitivamente, só conheço este mundo, o mundo do tênis”, disse Osaka. “Estar longe disso por muito tempo foi uma novidade para mim. Acho que foi só a nova situação e não poder treinar como queria, me fez sentir que ficaria em casa…pareciam muitas restrições.”

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

    Mais Recentes da CNN

    Mais Recentes da CNN