Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Pequim retoma maratona após suspensão de um ano devido à pandemia

    Corrida anual acontecerá no dia 31; maratonistas serão obrigados a cumprir quarentena de 21 dias, apresentar comprovante de vacinação e teste PCR negativo para Covid-19

    Pequim realizará a tradicional maratona da cidade em 31 de outubro; corrida não foi realizada no ano passado devido à pandemia
    Pequim realizará a tradicional maratona da cidade em 31 de outubro; corrida não foi realizada no ano passado devido à pandemia Reprodução / Beijing Marathon (28.set.2018)

    Josh Horwitzda Reuters

    Após um ano de suspensão devido à Covid-19, Pequim anunciou a retomada de sua corrida anual – o evento acontecerá no dia 31, segundo informações divulgadas neste domingo (3) pela imprensa estatal Xinhua.

    A maratona deve receber cerca de 30 mil corredores – começando na Praça da Paz Celestial e terminando no Parque Florestal Olímpico.

    Antes dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para o ano que vem, a China vem sediando outros grandes eventos agora que as autoridades conseguiram contar – em grande parte – a disseminação do coronavírus, detectado pela primeira vez na Wuhan há dois anos.

    Os maratonistas serão obrigados a permanecer na capital pelo menos 21 dias antes da corrida, declarando seu estado de saúde online todos os dias durante o período, disse a Xinhua.

    A corrida será aberta a residentes de Pequim, com 20 anos ou mais. Os corredores devem apresentar comprovante de vacinação contra a Covid-19 e um teste negativo para competir.

    O comitê organizador também convidará atletas de elite domésticos, que permanecerão sob “gerenciamento de circuito fechado” até o final da competição, informou a Xinhua.