Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Próximo do Cruzeiro, Luxemburgo deu resultado imediato em últimos trabalhos? Relembre

    Experiente treinador é o plano A do time mineiro após demissão de Zé Ricardo

    Vanderlei Luxemburgo durante partida do Cruzeiro na Série B de 2021
    Vanderlei Luxemburgo durante partida do Cruzeiro na Série B de 2021 Foto: GLEDSTON TAVARES/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

    Lucas Sanchesda Itatiaia

    Plano A do Cruzeiro para substituir o técnico Zé Ricardo, Vanderlei Luxemburgo pode voltar ao clube em mais uma “missão de risco” após dois anos.

    No momento, o time celeste é o 17º colocado da Série A, com 37 pontos, e tem seis jogos pela frente para evitar mais um rebaixamento à Série B, como aconteceu em 2019.

    Em 2021, o experiente técnico foi contratado para evitar outro rebaixamento celeste, mas já na segunda divisão. Ele substituiu Mozart em agosto, com o objetivo de evitar a queda à Série C, e conseguiu.

    Nas 23 rodadas finais, Luxemburgo conseguiu oito vitórias, 11 empates e foi batido quatro vezes, terminando a Série B em 14º lugar.

    Cruzeiro precisa de 44,44% de aproveitamento

    Em 2023, o cenário de desespero se repete, mas o tempo de reação será muito menor para o técnico que assumir a equipe celeste. Desta vez, o Cruzeiro já está na zona de rebaixamento, e restam apenas seis jogos para o fim da temporada.

    Pensando nos números, Luxemburgo precisaria de 44,44% de aproveitamento com a equipe celeste nesta reta final de Série A, mas será que o impacto dele sobre os clubes tem sido imediato?

    A reportagem da Itatiaia levantou os últimos começos de trabalho do consagrado treinador para comparar os seis jogos iniciais com a possível missão no comando do Cruzeiro.

    Dez trabalhos em dez anos

    Nos últimos dez anos, Vanderlei Luxemburgo teve dez trabalhos diferentes em oito clubes. Em apenas duas ocasiões, ele não conseguiu o aproveitamento que precisaria dessa vez para salvar a Raposa. Nos primeiros jogos pelo Sport, em 2017, e pelo Corinthians, em 2023, o treinador ficou abaixo dos 44,44% de pontos somados.

    Se assumir o comando da equipe celeste, Luxa precisará superar os números Zé Ricardo e Pepa, os dois últimos treinadores do time. Por outro lado, os trabalhos recentes dele mostram bons começos e importantes vitórias, tudo que ele precisa para salvar o Cruzeiro em 2023.

    Os primeiros seis jogos de Luxemburgo nos últimos anos

    • Corinthians (2023): dois empates e quatro derrotas – aproveitamento de 11,1%
    • Cruzeiro (2021): três vitórias e três empates – aproveitamento de 66,6%
    • Vasco (2020): duas vitórias, dois empates e duas derrotas – aproveitamento de 44,44%
    • Palmeiras (2020): quatro vitórias, um empate e uma derrota – aproveitamento de 72%
    • Vasco (2019): duas vitórias, dois empates e duas derrotas – aproveitamento de 44,44%
    • Sport (2017): uma vitória, dois empates e três derrotas – aproveitamento de 27%
    • Cruzeiro (2015): três vitórias e três derrotas – aproveitamento de 66,6%
    • Flamengo (2014): cinco vitórias e uma derrota – aproveitamento de 83%
    • Fluminense (2013): duas vitórias, três empates e uma derrota – aproveitamento de 50%
    • Grêmio (2012): cinco vitórias e uma derrota – aproveitamento de 83%

    Acompanhe CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original