Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Renato Gaúcho não garante que fica no Grêmio em 2024; veja

    Técnico está focado nas duas rodadas que faltam do Campeonato Brasileiro; Grêmio ainda sonha com o título

    Técnico Renato Portaluppi destacou a importância de Suárez na vitória gremista
    Técnico Renato Portaluppi destacou a importância de Suárez na vitória gremista Mauri Dorneles

    Mauri Dornelesda Itatiaia

    O 2023 do Grêmio foi melhor do que se esperava, e nesta quinta-feira (30), após vencer o Goiás por 2 a 1, o Tricolor garantiu a sua vaga para a Copa Libertadores do próximo ano. Mesmo assim, o técnico Renato Portaluppi evitou fazer projeções para 2024.

    Após o jogo na Arena, mais uma vez, o treinador não quis falar sobre sua permanência no clube. O contrato atual do ídolo vai até dezembro. “Minha cabeça está nos dois próximos jogos, não posso falar nem que sim nem que não. Sou profissional, sempre cumpri meus contratos, essas perguntas aqui tem que perguntar para o presidente e para o vice presidente. Eu nunca falei que queria sair do Grêmio, mas tem coisas a serem conquistadas. O Grêmio tem chance de brigar pelo G4, minha cabeça está nos dois próximos jogos”, ressaltou o treinador.

    Ao ser perguntado sobre o planejamento para o próximo ano, Renato disparou contra o formato do Campeonato Gaúcho em 2024. O estadual terá início no dia 20 de janeiro. O Grêmio retornará de férias no dia 9, propiciando pouco mais de dez dias para a preparação do grupo. “Tenho conversado bastante com o Antônio (Brum), com nosso executivo Luis Vagner, dentro do possível tenho ajudado eles. É complicado fazer uma logística para o ano que vem, o primeiro jogo do estadual está marcado para o dia 21 e o grupo se reapresenta dia 8. Às vezes você tem que colocar um garoto, se você treina rápido e dá um passo maior que a perna, você acaba estourando o jogador. Essas coisas tem que ser pensadas. Eu tenho a minha ideia sobre o estadual”, disparou o treinador.

    Na sequência, Renato explicou a sua “proposta” para o Gauchão, priorizar o início da Copa Libertadores e deixar o estadual com os jovens da base. “O presidente sabe minha ideia no campeonato estadual, ele sabe minha ideia. Quem muito quer nada tem. É muito difícil fazer essa logística, um clube grande como o Grêmio é o preço que se paga, mas existe o bom senso, mas a federação gaúcha não tem o bom senso para isso”, alfinetou Renato.

    Após a vitória sobre o Goiás, agora o Grêmio se prepara para receber o Vasco, na Arena, no próximo domingo (03), pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. O grupo retorna aos trabalhos nesta sexta-feira (31) pela manhã.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original