Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    São Paulo autoriza retorno dos treinos de times de futebol a partir de julho

    Para a retomada dos treinos, não será permitida a presença de torcida; além disso, os atletas e a comissão técnica deverão ser testados

    Paula Mariane,

    da CNN, em São Paulo

    O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou que os times de futebol da primeira divisão poderão retomar os treinos a partir de 1º de julho. O anúncio foi feito durante a coletiva de imprensa desta quarta-feira (17). 

    “[O governo] determinou e finalizou hoje, pela manhã, todos os protocolos para as equipes de futebol profissional da série A1, para que possam voltar a treinar a partir do dia 1º de julho”, declarou. 

    De acordo com o governo, os clubes deverão adotar medidas para retomar os treinos. Os jogadores e a comissão técnica, que terão suas temperaturas medidas constantemente, também deverão realizar testes para detecção da Covid-19. Além disso, não será permitida a presença de torcida. 

    Assista e leia também:

    Rio de Janeiro abre hotéis e libera jogos sem público a partir desta quarta
    Botafogo e Fluminense rejeitam retorno do futebol carioca apesar de liberação
    Maracanã 70 anos: Zico, maior artilheiro do estádio, relembra momentos marcantes

    “Entre as medidas que deverão ser adotadas, estão testes regulares dos futebol e comissão técnica, limitação de pessoas nos treinamentos, a não presença de torcida, o uso obrigatório de máscara por parte da comissão técnica, medição de temperatura obrigatória de todos”, afirmou Doria. 

    Em relação à retomada das partidas, a questão será avaliada “em fases posteriores” da flexibilização no estado, afirmou o governador. Medidas que contemplam outras atividades esportivas serão anunciadas na próxima semana. 

    “No próximo 26 de junho, o Comitê de Saúde vai se pronunciar sobre as demais atividades esportivas, sejam elas profissionais ou amadoras”, disse. 

    Novo recorde

    O estado de São Paulo registrou 389 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o número total de mortes para 11.521.

    Este é o segundo dia consecutivo em que o estado bate recorde de mortes diárias. Os dados foram divulgados durante a coletiva de imprensa nesta quarta-feira (17).

    De acordo com a atualização mais recente do boletim epidemiológico, o estado de São Paulo registrou 191.517 casos confirmados do novo coronavírus, com 34.599 altas hospitalares até o momento.