Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    São Paulo vai receber etapa da Fórmula E em 2024; veja detalhes

    Venda de ingressos para a prova em 16 de março do ano que vem já está disponível

    Ricardo Nunes, prefeito de São Paulo, e pilotos, Lucas Di Grassi e Sérgio Sette Câmara, anunciam etapa de 2024 da Fórmula E em São Paulo
    Ricardo Nunes, prefeito de São Paulo, e pilotos, Lucas Di Grassi e Sérgio Sette Câmara, anunciam etapa de 2024 da Fórmula E em São Paulo Luís França

    João Ricardo Moreirada CNN

    Começou nesta terça-feira (31) a venda de ingressos para a etapa de São Paulo da temporada da Fórmula E de 2024. A capital paulista vai receber pela segunda vez a prova da categoria. O evento será realizado no dia 16 de março, no Sambódromo do Anhembi. Os fãs de velocidade que quiserem acompanhar a disputa dos carros elétricos terão que desembolsar de R$ 300 a R$ 375 para garantir o ingresso.

    A categoria, que estreou nas pistas na temporada 2014, realizou em março de 2023 a primeira prova em território brasileiro. Na ocasião, o piloto britânico Mitch Evans, da Jaguar Racing, ficou com o primeiro lugar do pódio. Os brasileiros Lucas Di Grassi e Sérgio Sette Câmara ficaram na 13ª e 17ª colocações, respectivamente. Para a corrida do ano que vem, os únicos dois pilotos do país na categoria já criam expectativa sobre a etapa.

    “A corrida no Sambódromo é especial, não só para mim pessoalmente como minha corrida em casa, mas é especial porque é diferente das outras pistas do calendário. O circuito apresenta muitas retas longas, grandes áreas de frenagem e curvas que requerem baixa velocidade, o que torna as corridas emocionantes, como a que vimos neste ano. Estar junto à minha torcida é uma experiência totalmente eletrizante e mal posso esperar para voltar.”, disse o paulistano Lucas Di Grassi.

    Já o mineiro Sette Câmara ressaltou a importância da etapa no circuito mundial.

    “Comparando com outras etapas, (São Paulo) já é uma das principais do mundo. Em 2023, foram 114 ultrapassagens. A quinta pista com mais ultrapassagens. Espero fazer uma etapa melhor no ano que vem.”

    Lucas Di Grassi e Sérgio Sette Câmara durante lançamento do E-PRIX São Paulo 2024 / Luís França

    O evento do anúncio do E-Prix de São Paulo 2024 foi realizado na sede da prefeitura da capital e contou com a presença do prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), do presidente da São Paulo Turismo/SPTuris, Gustavo Pires, do cofundador e diretor da Fórmula E, Alberto Longo, além dos pilotos Lucas Di Grassi e Sérgio Sette Câmara.

    Alberto Longo, diretor do campeonato, mostrou-se empolgado com a realização de mais uma etapa em asfalto brasileiro e enalteceu a cultura automobilística do país.

    “O Brasil é conhecido em todo o mundo por sua enorme e apaixonada legião de fãs do automobilismo, que conhecem boas corridas e têm grandes expectativas. Na Fórmula E,
    entregamos exatamente isso na estreia no Brasil, estamos confiantes de que nossos pilotos terão performances ainda mais surpreendentes nesta temporada. O E-Prix de São Paulo será uma experiência incrível para todos os participantes da corrida e criará memórias que durarão a vida toda”, disse o dirigente.

    Além da corrida do próximo ano, a cidade de São Paulo tem garantida mais três corridas da Fórmula E. E o vínculo entre a capital paulista e a categoria pode ser renovado por mais cinco anos, informação revelada pelo prefeito Ricardo Nunes. Para o gestor da cidade, o evento tem importância para a pauta econômica e ambiental,

    “A realização de grandes eventos com a geração de emprego e renda faz parte da nossa estratégia. E nossa administração segue comprometida com a sustentabilidade e mobilidade elétrica, o que é a marca dessa prova. Como mostra desse empenho, estamos promovendo a substituição gradativa dos ônibus a diesel da cidade por veículos elétricos”, disse Nunes.

    Ricardo Nunes, prefeito de São Paulo, pilota em simulador de Fórmula E sob supervisão do piloto Lucas Di Grassi / Luís França

    A Fórmula E

    A categoria completa dez anos no próximo ano e traz ao mundo da velocidade conceitos de sustentabilidade. A Fórmula E se notabiliza por carros monopostos totalmente elétricos 100% sustentáveis. A disputa ocorre anualmente em 11 países e é dividida em 16 corridas. São 22 pilotos e 11 equipes em busca do título mundial da categoria. O calendário de provas de 2024 começa 13 de janeiro no México e termina em 24 de julho na Inglaterra.