Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lesão tira Sadio Mané da Copa do Mundo do Catar

    Atacante da seleção do Senegal terá de ser submetido a uma cirurgia na perna direita

    Sadio Mané, de Senegal, antes do jogo contra o Egito
    Sadio Mané, de Senegal, antes do jogo contra o Egito Amr Abdallah Dalsh/Reuters

    Henrique Sales Barrosda CNN

    Em São Paulo

    A seleção de Senegal confirmou, na tarde desta quinta-feira (17), que o atacante Sadio Mané está fora da Copa do Mundo de 2022, no Catar, devido a uma lesão.

    “Infelizmente, a ressonância magnética de hoje nos mostrou que a evolução [do quadro médico de Mané/ não é favorável como havíamos imaginado”, afirmou Manuel Alfonso, que integra a equipe médica da equipe. De acordo com ele, o atacante terá que ser submetido a uma cirurgia.

    O senegalês lesionou a fíbula da perna direita durante uma partida de sua equipe, o Bayern de Munique, na terça-feira (8). Mesmo havendo dúvidas sobre sua condição física, o técnico Aliou Cissé convocou o atleta confiando em sua recuperação ao longo da primeira fase – o que foi constatado que não seria possível.

    Com Mané lesionado, abre-se espaço para um substituto ser chamado para integrar os 26 convocados para defender Senegal na Copa. Os africanos estão no grupo A do Mundial, ao lado do Catar, da Holanda e do Equador.

    Em 2022, Mané foi eleito Jogador Africano do Ano pela Confederação Africana de Futebol (CAF). Esta foi a segunda vez que o senegalês conquistou a honraria – a primeira foi em 2019.

    O prêmio em 2022 veio no mesmo ano em que Mané protagonizou a maior conquista da história de seu país: o título da Copa Africana de Nações. O atacante terminou o torneio eleito como o craque da competição.