Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CNN Esportes

    Tiago Nunes “joga a toalha” e admite: “Nada vai dar esperança ao torcedor”

    Técnico do Glorioso lamenta o empate sofrido no último minuto diante do Coritiba

    Técnico do Botafogo desolado após ver o Glorioso levar o empate no último minuto
    Técnico do Botafogo desolado após ver o Glorioso levar o empate no último minuto Reprodução

    Marcel Rizzoda CNN

    Tiago Nunes, técnico do Botafogo, praticamente jogou a toalha pelo título brasileiro após o empate contra o Coritiba na noite desta quarta-feira (29), 1 a 1, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, pela 36ª rodada da Série A. E o resultado negativo, mais uma vez, aconteceu no fim, em mais um jogo que o time não conseguiu segurar uma vantagem, igual contra Palmeiras e Santos.

    O atacante Tiquinho Soares marcou aos 51 minutos do segundo tempo, de pênalti, e parecia que daria a vitória ao Botafogo, mas dois minutos depois Edu empatou.

    Líder sem interrupção das terceira à 34ª rodada, o Botafogo vê a maior distância para outro clube na ponta da classificação, três pontos (66 a 63), a apenas duas rodadas do fim da competição. Para ser campeão, agora, o time treinado por Tiago Nunes precisa vencer seus compromissos, mas também secar o Palmeiras.

    “Nada do que eu falar vai convencer o torcedor a ter esperança. Com todo esse roteiro, esses gols no fim, isso nunca aconteceu na minha carreira. Portanto nada que eu falar vai dar essa esperança e vai depender do torcedor ter esse pingo de esperança pelo título”, disse Tiago Nunes.

    Ele assumiu o Botafogo em novembro e conseguiu três empates em três jogos. Segundo ele, não há um problema específico que explique a queda de rendimento do time, que já teve 13 pontos de vantagem para o segundo colocado e que vem levando gols no fim e viradas ou empates desastrosos.

    “Todos os fatores estão pesando, técnico, tático, emocional, físico. Hoje especificamente acho que pensamos que o jogo terminaria ali, no gol do Tiquinho. Não nos preparamos para receber mais dois ou três ataques do Coritiba, o time também estava descaracterizado defensivamente, pelas trocas que fiz buscando a vitória. Achamos que o jogo terminaria no nosso gol e, como um filme, inacreditavelmente levamos o gol”, disse Tiago Nunes.

    Ele disse que o sentimento é de frustração e decepção, e que tem faltado experiência ao elenco para fechar as partidas, segurando os resultados. “Muitos jogadores do elenco estão disputando um título pela primeira vez. Essa questão de fechar bem os jogos é algo que temos que atacar a curto prazo, já para o jogo contra o Cruzeiro, E a médio e longo prazo para o ano que vem também”, disse Tiago Nunes.

    O Botafogo enfrenta o Cruzeiro no próximo domingo (3), às 18h30 (de Brasília) no estádio Nilton Santos, no Rio, pela 37ª rodada.

    Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

    Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

    versão original