Conheça o artesão italiano que faz guarda-chuvas para atores e papas


Angelica Pursley Da CNN
07 de março de 2020 às 15:28 | Atualizado 09 de março de 2020 às 17:45
O artesão italiano Mario Talarico trabalha em sua oficina

O artesão italiano Mario Talarico trabalha em sua oficina

Foto: CNN

Mario Talarico faz guarda-chuvas há 75 anos. Quarta geração de uma família de fabricantes de guarda-chuvas, ele cresceu cercado por eles. "Dizem que abrir um guarda-chuva [dentro de casa] traz má sorte. Se fosse o caso, eu teria morrido antes de nascer!" 

Aos 87 anos, ele ainda trabalha todos os dias com seu sobrinho, que agora é dono da loja da família. Seu nome também é Mario Talarico. 

"Meu tio é um ótimo chefe", explica o sobrinho. "A melhor coisa de trabalhar para ele é que é como um teatro." 

Em sua movimentada oficina, escondida numa pequena ruela de Nápoles, na Itália, cada guarda-chuva é confeccionado sob medida, à mão. Feitos de materiais selecionados cuidadosamente, o processo pode levar cerca de cinco meses, do início ao fim. 

'Temos mais clientes que guarda-chuvas' 

Antes de poder ser trabalhada, a madeira das hastes tem de ser secada (o que leva aproximadamente 15 dias) e curvada usando uma técnica de vaporização (que leva aproximadamente quatro meses). As madeiras são curvadas em lotes, cerca de 600 por vez, para que os artesãos tenham material para trabalhar. Mas, às vezes, a demanda continua sendo muito alta. "Temos mais clientes que guarda-chuvas", comenta o velho Talarico. 

Assim que os materiais ficam prontos, leva em média seis ou sete horas para fazer o guarda-chuva final. 

"Quando faço um guarda-chuva, eu o beijo como se fosse um filho, porque nunca mais vou vê-lo de novo. Não posso fazer outro igual a um que já fiz", explica o velho Talarico. 

Embora a própria loja também venda guarda-chuvas mais baratos, importados, para satisfazer as necessidades mais básicas de clientes de passagem, um guarda-chuva Talarico feito à mão pode custar entre € 55 (cerca de R$ 260) e € 600 (quase R$ 3.000), com algumas de suas encomendas especiais tendo custado, sabidamente, mais de € 20.000 (aproximadamente R$ 95.000). 

Mas, dependendo dos materiais envolvidos, o preço pode chegar a qualquer valor. 

'Meu trabalho é minha vida' 

Apesar dos Talarico preferirem não revelar os nomes de seus clientes mais famosos, a lista inclui atores, políticos e dois papas. 

A melhor maneira de comprar um guarda-chuva Talarico? Visitar a loja pessoalmente. Embora tenham alguns distribuidores selecionados ao redor do mundo, os itens não estão amplamente disponíveis, nem mesmo com as vendas no site próprio. 

"Eu não quero que os outros façam concorrência comigo. Meu sobrinho e eu fizemos alguns guarda-chuvas e decidimos não colocá-los em nosso site, porque outros podem nos copiar", explica Talarico. 

Tendo passado a vida dedicado ao ofício de fazer guarda-chuvas, o velho Mario Talarico não parece ter qualquer pressa de diminuir o ritmo. 

"Meu trabalho é minha vida. É minha alegria, minha fortuna. O que poderia ser melhor que fazer alguma coisa e ouvir, 'que obra-prima!'"