Bilionário de Hong Kong distribui milhões de máscaras com máquinas automáticas

Adrian Cheng criou máquina para distribuir pacotes de máscaras protetoras em meio à pandemia do coronavírus

Rob Picheta, da CNN
08 de abril de 2020 às 16:29 | Atualizado 08 de abril de 2020 às 16:31
Pedestres usam máscaras em cruzamento em Hong Kong 
Foto: Isaac Lawrence/AFP/Getty Images (8.abr.2020)

O colecionador de arte Adrian Cheng anunciou que planeja distribuir milhões de máscaras protetoras gratuitamente durante a pandemia do novo coronavírus. Para isso, foram construídas 35 máquinas automáticas, espalhadas por 18 bairros de Hong Kong.

Cheng disse que, na primeira leva, serão priorizados os vulneráveis e famílias de baixa renda, que podem usar um cartão especial para retirar os itens.

"É de partir o coração ver tantas pessoas sofrendo porque não podem comprar as máscaras, que ficaram tão caras e escassas", disse Cheng em nota. "Alguns grupos menos privilegiados têm de usar a mesma máscara várias vezes. Espero que essa iniciativa ajude aqueles mais necessitados, para que não fiquem com ainda mais medo por não terem máscaras".

Máquina automática para distribuição de máscaras protetoras em Hong Kong
Foto: Divulgação/New World Development

Cheng é executivo do New World Development, conglomerado de empresas de infraestrutura, e um renomado colecionador de arte. A Forbes estima que a fortuna de sua família seja de US$ 20,7 bilhões (R$ 107 bi).

Hong Kong, como outras nações asiáticas, recomendou que seus cidadãos usassem máscaras quando fossem sair de casa desde o início da epidemia. A orientação também foi adotada, mais recentemente, nos Estados Unidos e em alguns países europeus.

Leia também:

A Ásia pode estar certa sobre uso de máscaras, e o resto do mundo percebe agora

O território tem, comparativamente, poucos casos de COVID-19. Recentemente, os números têm aumentado por conta da suspensão de medidas de restrição.

De acordo com o levantamento da Universidade Johns Hopkins, o local registrou 960 casos e quatro mortes pela nova doença.