Ferroviários britânicos descobrem caverna do século XIV durante obra

Especialistas acreditam que o local pode ter sido usado no período medieval como santuário ou convento

Lauren M. Johnson, da CNN
09 de abril de 2020 às 13:54
Funcionários encontraram uma caverna quando faziam reparos em ferrovia na Inglaterra
Foto: Networkrail

Uma caverna e desenhos do século XIV foram descobertos nesta semana por funcionários durante obra em uma ferrovia no Reino Unido. O grupo fazia reparos em uma área danificada por um deslizamento de terra na cidade de Guildford, na Inglaterra, quando encontrou os túneis, segundo a NetworkRail, dona e administradora da infraestrutura férrea do país.

Um empreiteiro arqueológico sugeriu que a caverna pode ter sido usada no período medieval como santuário ou convento ligado à capela de St. Catherine. As ruínas deste templo, que data do início do século XIV, estão localizadas em uma colina próxima à ferrovia.

A caverna pode ter sido muito maior na época em que foi utilizada, mas parece que apenas uma pequena parte sobreviveu ao tempo, de acordo com especialistas que examinaram o local. 

Leia também:

Museu dos EUA monta estratégia para evitar demitir funcionários

Estrela em formato de gota é descoberta por astrônomos amadores

Os desenhos mostram uma figura gótica decorada com alguns pontos e uma cruz cristã ao lado. Foram encontrados de sete a oito ilustrações e restos do que talvez foram duas piras de fogo. 

Especialistas querem usar o carvão e a fuligem encontrados no local para fazer uma datação por radiocarbono, com o objetivo de determinar o período exato em que a caverna foi utilizada.

“Essa é uma descoberta inesperada e fascinante que ajuda a visualizar e entender a rica história da região”, disse Mark Killick, diretor de rota do reino de Wessex. “Foi feito um registro completo e detalhado da caverna, e serão feitos todos os esforços para preservar os elementos, sempre que possível, durante a recuperação do corte delicado e vulnerável do arenito.”

Esta é apenas uma das diversas descobertas feitas durante a construção e reparação das ferrovias britânicas. Em março deste ano, foi encontrado o que se acredita ser o mais antigo galpão ferroviário existente, na estação Birmingham Curzon Street. Em 2014, vários artefatos históricos foram descobertos na Ponte de Londres.