Máscara de ouro e diamantes é vendida por US$ 1,5 milhão em Israel


Da CNN
12 de agosto de 2020 às 16:20

Encomendada por um colecionador de arte, uma máscara de ouro e diamantes está sendo fabricada em Israel e já é considerada a mais cara do mundo.

O item de luxo em meio à pandemia da Covid-19, que já matou cerca de 744 mi pessoas e já infectou mais de 20 milhões no planeta, foi comprado pelo valor de US$ 1,5 milhão, o equivalente a R$ 8,1 milhões.

Com 18 quilates de ouro e 3 mil diamantes, a peça está sendo confeccionada por 25 joalheiros e deve ficar pronta em outubro. O comprador é um chinês que vive nos Estados Unidos. 

Leia e assista também:

Mundo ultrapassa 20 milhões de casos da Covid-19, diz Johns Hopkins
Fome cresce na América Latina a níveis "assustadores", diz FAO
Jovem estilista acusa grife de luxo de se apropriar de ideia

Máscara de ouro vendida por US$ 1,5 milhão que deve ficar pronta em outubro

Máscara de ouro vendida por US$ 1,5 milhão que deve ficar pronta em outubro

Foto: Reprodução/CNN (12.ago.2020)

Versões luxuosas de equipamentos de proteção individual em meio à pandemia – que deve deixar um rastro de crises econômicas, políticas e sociais pelo mundo – levantaram debate e críticas sobre 'gourmetização'.

Máscara de ouro vendida por US$ 1,5 milhão que deve ficar pronta em outubro

Máscara de ouro vendida por US$ 1,5 milhão que deve ficar pronta em outubro

Foto: Reprodução/CNN (12.ago.2020)

No Brasil, peças de luxo para máscaras podem custar até R$ 600,00 – o mesmo valor do auxílio emergencial repassado pelo governo a pessoas que sofreram com o impacto econômico do novo coronavírus no país.

(Edição: Sinara Peixoto)