Bodas de casamento: entenda os nomes e significados de cada celebração

Ex-presidente dos EUA Jimmy Carter e sua esposa Rosalynn celebram 75 anos de casamento nesta quarta (7); celebração de bodas pode chegar até aos 100 anos

Anna Gabriela Costa, da CNN, em São Paulo
07 de julho de 2021 às 04:30
Bodas de casamento
Bodas de casamento podem ser comemoradas até os 100 anos de união
Foto: Christian Anders / EyeEm

No sentido literal, a boda de casamento significa a renovação da promessa feita durante o matrimônio. Quanto mais anos de união, mais histórias, conquistas, frustrações e companheirismo o casal adquire; logo, a trajetória merece ser celebrada.

Pensando em comemorar todas as etapas surgiram as bodas, cada qual com seu significado e a analogia feita com o relacionamento do casal.

Nesta quarta-feira (7), o ex-presidente dos Estados Unidos Jimmy Carter e sua esposa Rosalynn Carter celebram 75 anos de união, o equivalente a bodas de brilhante. 

De acordo com a assessora de eventos Carolynne Bonfatti, a tradição de celebrar os aniversários de casamento vem da Idade Média.

"Os cônjuges da burguesia ofereciam às suas esposas uma coroa de prata para celebrar e simbolizar os 25 anos de casados e, mais tarde, uma coroa de ouro para simbolizar os 50 anos de união. Com o passar do tempo, foram criando simbologias para cada ano de aniversário, tendo sempre a premissa de que, quanto mais tempo de união, maior é a importância do material, representando a construção e o fortalecimento da união e do casamento", explica Carolynne.

A especialista afirma que as bodas costumam ser celebradas tanto em uma festa para a família e amigos, de forma mais intimista, apenas para o casal, ou somente com a representação da troca das alianças. 

"Diferente da tradicional celebração do casamento, não há um roteiro ou ritos específicos para essa celebração, ficando totalmente a critério do casal, a forma que faz mais sentido para eles. Celebrar essa data é a reafirmar o amor e o compromisso que o casal assumiu", diz. 

A assessora de eventos afirma que curiosamente existe uma celebração pensada para até os 100 anos de casamento -- algo improvável considerando a idade média dos casamentos e a expectativa de vida que está muito distante disso -- a boda é representada pela árvore de Jequitibá, que é resistente, mas exige cuidados. Carolynne Bonfatti detalha que cada celebração de boda tem um significado. 

Confira o significado de cada boda:

  • 1º ano – Bodas de Papel: Por ser ainda o primeiro ano de casamento, comemora-se com um material frágil, representando esta característica comum do início de qualquer relacionamento;
  • 10º ano – Bodas de Estanho ou Zinco:  Conhecido por poder ser facilmente maleável, significa a receptividade e capacidade de ceder e adaptação aos desentendimentos do dia-a-dia, bem como às particularidades mais “complicadas” da personalidade de cada um;
  • 25º ano – Bodas de Prata: A prata é um metal nobre, maleável, que quando se une a outros metais, se torna mais resistente, bem como os 25 anos de união, em que o casamento foi fortalecendo ao longo dos anos, com cada desafio e obstáculo, ao mesmo tempo que teve de se manter maleável, para conseguir lidar com as diferenças existentes entre ambos, sem perder o seu brilho;
  • 50º ano - Bodas de Ouro: Simboliza a nobreza da união, que se manteve forte e inabalável durante todos os anos;
  • 60º ano - Bodas de Diamante: O casal atingiu um nível de total consolidação, idêntico ao da pedra que o representa. Todos os obstáculos já foram ultrapassados e os dois mantiveram-se juntos;
  • 75º ano – Bodas de Brilhante: Lapidação do diamante, consolidação do casamento tão sonhada por muitos casais;
  • 80º ano – Bodas de Carvalho: Esta árvore nobre é dura, impermeável e altamente resistente. Considerada uma uma árvore sagrada, representa a força moral e física;
  • 100º ano - Bodas de Jequitibá: Por ser uma árvore muito resistente, mas que exige manutenção e cuidado, a boda que comemora os 100 anos faz analogia à força da natureza.