Guia de estilo: como se vestir para o escritório após dois anos de home office

Quatro especialistas em moda entregam como serão os looks do escritório daqui para frente - depois de tanto tempo usando apenas o confortável moletom

Ilustração por Leanza Abucayan

Fiona Sinclair Scottda CNN

Ouvir notícia

Se a ideia de tirar seus moletons confortáveis ​​e escolher uma roupa nova para sair de casa todas as manhãs é uma perspectiva intimidadora, você não está sozinha (o).

Durante a maior parte da pandemia, usei um par de calças de lã com elastano nos meses mais frios, trocando por um vestido soltinho branco no verão, que meu cunhado apelidou de “vestido fantasma” – comparando sua forma fluida como a de um grande lençol com um buraco cortado para minha cabeça.

Agora, muita gente está se reajustando para voltar ao escritório – uma perspectiva que pode vir com vários desafios, mas talvez nenhum maior do que uma preocupação iminente: o que vestir?

Este guia – com informações de quatro especialistas em moda – deve ajudá-lo a voltar à mentalidade certa para se vestir para o trabalho.

A dica verde: “compre” seu guarda-roupa

Apesar da tendência em fazer uma maratona de compras, é preciso pensar sobre o impacto de nossos hábitos de consumo no planeta, Portanto, considere esta alternativa sustentável: tire a mão do bolso e vá fundo no seu próprio guarda-roupa.

“É um primeiro passo”, disse a estilista Cassandra Dittmer, de Los Angeles, que sugere que você descubra o que você tem, o que ama, o que precisa ser consertado e o que você pode querer passar adiante. “Espero que (você) descubra algumas joias escondidas.”

“No final do processo, você deve sentir uma conexão mais profunda com seu guarda-roupa ou encontrar as lacunas que precisam ser preenchidas. Além de perceber que já tem uma ótima base para trabalhar todos os dias e que pode montar suas roupas com facilidade.”

Fiz isso no mês passado e redescobri um velho par de calças que estou usando novamente depois de tingí-las de preto.

Modelo, ativista de inclusão de tamanho e fundadora da Henning, Lauren Chan/ Getty Images

Dica bônus: se você mora em um país com estações quentes e frias, guarde suas roupas de verão quando o outono chegar. Você ficará surpreso com a aura de novidade que eles assumem quando você os recupera do armazenamento meses depois.

Dittmer, que construiu seu negócio de estilo em torno de valores ecologicamente conscientes, sugere que você pode ir mais longe e “documentar sua aparência e tirar fotos das roupas que você ama e se sente bem”. “Guarde em uma pasta em seu telefone, será um ponto de referência rápido e útil quando você estiver se esforçando para fazer as malas para uma viagem de trabalho ou se preparar pela manhã.”

O básico: conforto polido

Existe uma maneira de se vestir confortavelmente sem parecer um desleixo e, agora, com o retorno ao escritório, é um ótimo momento para experimentar um visual elegante, mas casual.

Joanna Dai, que deixou seu emprego em finanças para iniciar sua própria marca de moda de mesmo nome, notou uma tendência longe de convenções de moda de escritório excessivamente formais, como ternos e saias lápis.

“No novo normal, os looks ficaram mais casuais no escritório”, afirma Joanna, observando que, à medida que as empresas reconhecem a importância do bem-estar no trabalho, muitas adotaram códigos de vestimenta mais relaxados que permitem jeans e tênis.

Adotar roupas mais casuais e ao mesmo tempo parecer profissional começa com a compreensão da importância de materiais de qualidade, ajuste e cor.

“Nunca subestime o poder de um bom ajuste”, disse Dittmer. “Não estou falando em algo caro, mas certificar-se de que calças bem ajustadas podem fazer você se sentir muito bem vestido. A maioria das lavanderias oferece serviços de alfaiataria muito acessíveis.”

A modelo e fundadora da marca de moda Henning, Lauren Chan, concordou que uma boa costureira é importante, acrescentando: “Aqui está um segredo: as roupas não são feitas para caber em você. Elas são feitas para caber em um corpo pré-determinado, que — alerta de spoiler — ninguém tem. Compre roupas que caibam em você na sua parte mais larga (para mim, é minha cintura) e costure o resto para dentro.”

Quando se trata de materiais, a maioria dos linhos, embora bonitos, amassam facilmente e não serão seus amigos durante um dia de oito horas sentado em uma mesa.

Por outro lado, o poliéster é bastante resistente, mas é um tecido sintético que é terrível para o planeta e não respira – colocando você em risco de manchas de suor desagradáveis. Verifique os rótulos de algodão orgânico e sustentável ou novos tecidos feitos com uma alta porcentagem de materiais reciclados.

Ilustrações por Leanza Abucayan

Joanna Dai dá muita ênfase ao que ela chama de materiais ecologicamente corretos de “alto funcionamento”, como micromodal (feito a partir da celulose de árvores em um processo de ciclo fechado e neutro em carbono) ou poliamida reciclada (feito de resíduos plásticos como redes de pesca e tapetes).

Muitos dos itens de suas linhas são feitos de materiais elásticos resistentes, laváveis ​​na máquina e ótimos para pessoas com agendas lotadas que não têm tempo para passar a ferro ou fazer viagens regulares à lavanderia.

Oli Arnold, diretora de estilo do e-commerce de moda masculina Mr Porter, sugere optar por ternos sem forro. “Vá para ternos e jaquetas sem forro e desconstruídos com um tecido respirável”, disse ele, “já que eles lhe darão uma aparência inteligente com um ajuste confortável”.

E ele aconselha: se você quiser relaxar ainda mais seu terno, não se preocupe com uma camisa formal. “Uma polo de manga longa de lã merino é a companheira perfeita, quebrando a roupa sem perder aquele visual profissional.” A lã merino também regula naturalmente a temperatura.

Pessoalmente, eu também adoro uma jaqueta oversize e ternos desleixados, e há muitas opções por aí com uma variedade de preços. Mantenha o paletó sempre desabotoado e use uma camiseta de algodão de boa qualidade por baixo. Combine com botas ou tênis.

 

O estilista Charlie Casely-Hayford vestindo uma camiseta de terno Casely-Hayford / Getty Images

Uma dica para iniciantes

Se você conseguiu um novo cargo ou seu primeiro emprego durante a pandemia, pode estar entrando em seu escritório sem nenhuma referência prévia ao que as pessoas costumavam usar antes do Covid.

Primeiro, pergunte – é totalmente razoável perguntar a seus colegas ou gerente qual é a vibe do local. E se você ainda não tiver certeza, lembre-se deste bom conselho: “Seja você mesmo, vista-se para a ocasião e certifique-se de se sentir confortável. Se você não se sente confortável com sua roupa, isso pode refletir em como você se apresenta e sua produtividade.”

A regra de ouro: crie seu próprio look

Prepare-se estabelecendo algumas peças básicas que podem formar a base do seu guarda-roupa de trabalho. Um ótimo par de calças pretas, um blazer e algumas camisas de qualidade podem percorrer um longo caminho.

Tomando como exemplo seu próprio armário, Joanna afirma: “Tenho um uniforme ou uma coleção cápsula no meu guarda-roupa. Tenho uma calça skinny que é ótima para ir de bicicleta para o trabalho, mas também tenho um modelo wide-leg. E misturo com um ou dois bons blazers.”

A modelo Paloma Elsesser desfila na passarela da Chloe 2022 em um vestido preto para todos os dias / Gamma-Rapho via Getty Images

Cada item dessa coleção deve ser algo que você possa imaginar usar várias vezes em uma semana, e você deve ser capaz de estilizar cada item em pelo menos três roupas diferentes.

Nos meses mais frios, uma calça justa combinada com uma malha de qualidade e uma bota é fácil, especialmente se você ficar com cores clássicas como preto, marinho, cinza e bege, que são muito fáceis de trocar. As malhas podem ser trocadas por uma blusa ou camisa em climas mais quentes para um efeito semelhante.

As saias também podem ser usadas. Uma saia com corte trapézio, um pouco acima do joelho, com uma camisa branca com uma dobra francesa, pode ser adicionada à rotina nos meses mais quentes. Além disso, saias de comprimento midi combinam muito bem com camisetas de algodão grossas e estruturadas ou um suéter de lã fina.

Escritora, ativista e radialista Sinéad Burke em um clássico casaco Burberry / Getty Images

A reviravolta: acessórios

Misture o seu “uniforme de trabalho” com joias e acessórios.

Oli Arnold aponta o calçado como outra maneira de elevar um visual simples. “Um sapato clássico é uma marca registrada. Você não pode errar com sua praticidade, enquanto (eles) podem facilmente elevar uma roupa se você vai um pouco mais casual.”

Um par de sapatilhas também são ótimos se você não quiser usar tênis. Escolha um modelo pontudo em oposição a qualquer coisa arredondada. Além disso, um lindo lenço de seda (usado dobrado em um triângulo e colocado sobre os ombros), um relógio ou brincos grandes podem ser bastante impactantes.

Se você está procurando uma peça que vale o investimento, eu sempre gasto com uma bolsa. Uma bolsa lindamente trabalhada durará para sempre e elevará imediatamente o visual.

Se isso soa caro, há opções para alugar e o mercado de revenda de luxo está crescendo.

Ilustrações por Leanza Abucayan

O debate: denim ou não denim?

Algumas empresas adotam uma cultura mais formal de vestuário no ambiente de trabalho, como a proibição do jeans, mas para muitas o jeans é absolutamente aceitável.

“Realmente acredito que você pode usar jeans, mesmo em escritórios mais formais (ou) pelo menos em uma sexta-feira”, afirma Joanna, que acrescentou que preferia jeans preto quando ainda trabalhava em um ambiente corporativo. “Se você não está atendendo clientes ou tem clientes que são mais casuais do que você, um jeans para um almoço de reunião pode ser uma opção!”

Dittmer concorda. “Para facilitar, comece com um jeans escuro de perna reta que pode parecer realmente polido. O jeans pode ir muito bem com camisas mais chamativas, blusas coloridas e é uma ótima maneira do estilo clássico de uniforme de trabalho e ramificação em looks mais brincalhões.”

Procure por lavagens de jeans mais escuras e modelos mais clássicos. A geração Z descartou jeans skinny no ano passado, para desespero de muitos millennials, e – embora eu não viva e morra por tendências – acho que eles podem ter razão. E enquanto vemos muitas opções de cintura baixa na passarela, já que o mundo da moda continua a se inspirar no estilo Y2K, as opções de cintura alta são a melhor aposta para o escritório.

Uma conversa estimulante

Se você está com medo de voltar ao escritório porque simplesmente percebeu durante a pandemia que é um introvertido feliz, considere os benefícios do “dopamine dressing” – novo conceito que fala que colocar brilho e cores nas nossas roupas aumenta a nossa felicidade.

Aproveite a chance de se expressar e brincar com a moda. Use roupas para definir o clima do seu dia, dependendo do que está na agenda.

A influenciadora Darja Barannik brincando com cores em Copenhague / Getty Images

Alugar é uma excelente maneira de experimentar e adicionar algumas peças divertidas ao guarda-roupa. Para Dittmer, “é uma ótima maneira de baixo comprometimento e baixo custo de experimentar novos estilos e marcas”.

É também uma ótima maneira de injetar um pouco de luxo em sua vida. Pago uma assinatura mensal de uma locadora chamada Cocoon, que me permite selecionar uma bolsa de grife a cada quatro semanas para ser entregue na minha porta.

O que estou usando este mês custa cerca de US $ 2.000, mas me custou US $ 130. Alugar também é uma ótima opção caso você precise se vestir para um evento de trabalho. Mais e mais serviços de estilo online estão surgindo com muitas roupas de festa.

Acima de tudo, lembre-se de que a moda deve ser divertida. Não leve muito a sério; use roupas que façam você se sentir confiante e feliz. É terrivelmente brega, mas um sorriso é realmente o melhor acessório.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN