‘Transformamos o SPFW em um festival de criatividade’, diz idealizador do evento

Com exposições e instalações artísticas, o evento acontece de forma híbrida com desfiles presenciais e transmissões pela internet

Layane Serranoda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Após dois anos sem desfiles presenciais, o São Paulo Fashion Week (SPFW) retornou às passarelas presenciais na capital paulista. O evento começou nesta terça-feira (16) e vai até o dia 21 com desfiles na Pinacoteca e no Parque do Ibirapuera.

Para Paulo Borges, idealizador do evento, o SPFW se transformou em um “festival de criatividade”. A edição deste ano terá 52 desfiles no modelo híbrido – 25 serão presenciais e 27 digitais. Além dos desfiles de moda, o evento deste ano tem exposições e instalações artísticas que fazem interação com o público.

“Uma das instalações abre amanhã no Centro Cultural São Paulo. É uma instalação artística com desfile e fica até 5 de dezembro aberta ao público. Isso é o começo de uma mudança que a gente está propondo entendendo o que a moda e o SPFW tem para além da passarela”, disse Borges.

Outra preocupação do evento tem sido a diversidade. Para Borges, é uma obrigação do evento trazer diversidade de fala e de expressão. “Isso é contínuo e tem que ser mais inclusivo e mais diverso, estamos trabalhando para isso (…) hoje a moda fala de pessoas, o mais bacana é a diversidade de corpos e pessoas na passarela. O que vale é a personalidade”, disse.

SPFW 2021: Modelos e gamers desfilaram vestindo releituras de skins de personagens do jogo Free Fire
SPFW 2021: Modelos e gamers desfilaram vestindo releituras de skins de personagens do jogo Free Fire / Foto: Ze Takahashi/SPFW

Para Borges, o SPFW é “um ponteiro para a construção da moda brasileira” e o evento ressurge “com toda a potência”.

“A moda não trabalha só com a economia criativa da roupa. Há uma área de diversas profissões e ações como design, fotografia e arquitetura. Uma cadeia de economia criativa que se reorganiza e ressurge com toda a potencia.”

O evento presencial segue os protocolos sanitários estabelecidos pelo estado e os desfiles podem ser acompanhados pelo YouTube do SPFW.

Mais Recentes da CNN