Amy Klobuchar desiste de disputar indicação democrata em eleições americanas


CNN
02 de março de 2020 às 18:51

A senadora democrata Amy Klobuchar desistiu de tentar a indicação de seu partido para concorrer nas eleições presidenciais dos EUA no próximo mês de novembro. O anúncio foi feita nesta segunda-feira, 2 de março. 

Ela deve se juntar à campanha de Joe Biden, ex-vice-presidente de Barack Obama, e que saiu fortalecido nas primárias da Carolina do Sul, no último sábado — Klobuchar amargou a sexta colocação na preferência dos democratas.

O nome da senadora virou sensação após a surpreendente ascensão em New Hampshire, onde conquistou o terceiro lugar na prévia, superando o favoritismo de Joe Biden e de sua colega Elizabeth Warren.

Alguns dos membros de campanha de Klobuchar confirmaram que a senadora está viajando para Dallas, no Texas, onde oficializará seu apoio a Biden às vésperas da “Super Terça”, quando democratas de 14 estados decidirão qual o seu representante preferido para as eleições presidenciais em novembro. 

A pré-candidata é a segunda de linha moderada a abandonar a corrida democrata nos últimos dias. No domingo, 1° de março, Pete Buttigieg, ex-prefeito de South Bend (Indiana), também encerrou sua campanha e, segundo aliados, também deve apoiar a candidatura de Biden. 

A vitória de Biden na Carolina do Sul e as duas desistências aumentam a pressão sobre Bernie Sanders, que lidera a corrida democrata, mas é considerado radical por alas do partido. Biden é visto como um nome mais moderado para enfrentar o republicano Donald Trump.