Alta da bolsa, coronavírus no RS e mais notícias da tarde de 10 de março


Da CNN Brasil, em São Paulo
10 de março de 2020 às 14:06 | Atualizado 10 de março de 2020 às 14:26

Os impactos do coronavírus para o mercado financeiro, o primeiro caso da doença confirmado no Rio Grande do Sul e o aumento no número de mortes pelo mundo são os destaques da tarde desta terça-feira, 10 de março de 2020.

Bolsa de valores 

Nesta terça-feira (10), a bolsa de valores abriu em alta de quase 5%, em dia de ajustes, depois de uma segunda-feira de perdas históricas, contaminadas pelos efeitos do novo coronavírus e pelo tombo no preço do petróleo. 

No Brasil, o dólar começou cotado a R$ 4,66. Os preços do petróleo subiram cerca de 10%, após a queda de braço entre Rússia e Arábia Saudita. As principais bolsas europeias operam em alta. Mort

Mortes por coronavírus

Os efeitos do COVID-19 ainda são intensos no mundo inteiro, que já tem mais de 4 mil mortos, a maioria na China. Na Itália, o segundo país mais afetado, já são quase 8 mil casos confirmados. O Vaticano mandou fechar a Basílica e a Praça de São Pedro para os turistas a partir desta terça. 

COVID-19 no RS

O Rio Grande do Sul confirmou o primeiro caso do novo coronavírus no estado. O paciente é um homem de 60 anos que esteve na Itália em fevereiro. O estado investiga 96 casos suspeitos da doença.

Operação no Rio

Polícia Civil e Ministério Público fazem operação contra esquema de propina na Prefeitura do Rio de Janeiro. Os alvos foram Marcelo Alves, presidente da Riotur e o irmão dele, Rafael Alves. Ao todo, estão sendo cumpridos 17 mandados de busca e apreensão.

Ronaldinho Gaúcho

O Ministério Público do Paraguai rejeitou o pedido de transferência para prisão domiciliar de Ronaldinho Gaúcho e do irmão dele, Assis. Os dois vão permanecer presos em uma penitenciária de Assunção, na capital do país.