Coronavírus: Arábia Saudita suspende viagens a Meca para evitar contágio


14 de março de 2020 às 15:37
Multidão em torno da Grande Mesquita de Meca, na Arábia Saudita

A Grande Mesquita de Meca, o lugar mais sagrado para o islamismo

Crédito: Divulgação/Governo da Arábia Saudita

O governo da Arábia Saudita publicou nesta quarta (26) uma série de medidas para evitar a propagação do coronavírus no país. Entre elas, a suspensão temporária de visitas religiosas. O país abriga duas das principais cidades sagradas para os muçulmanos, Meca e Medina. 

Também foram restringidas viagens oriundas países que as autoridades de saúde do reino considerem de risco, seja qual for a finalidade. 

De acordo com a embaixada saudita, mais de nove milhões de muçulmanos fazem a peregrinação a Meca todos os anos. Nesta semana, o país confirmou seu primeiro caso de infecção pelo novo vírus.

O coronavírus pelo mundo

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), até a manhã de hoje, houveram mais de 81 mil casos confirmados de contaminação pelo coronavírus em todo o mundo. Desses, 78.064 foram registrados na China, epicentro da doença.

Nesta quarta, também foi confirmado o primeiro caso de infecção pelo coronavírus no Brasil, na cidade de São Paulo. O paciente é um homem de 61 anos e está em quarentena domiciliar.