Coronavírus: Vaticano não tomou precauções para missas de Quarta-Feira de Cinzas


14 de março de 2020 às 15:33
O Papa Francisco acena no Vaticano ao lado de fiéis

O Papa Francisco no Vaticano durante a celebração da quarta-feira de Cinzas (26.fev.2020)

Crédito: Remo Casilli/Reuters (26.fev.2020)

As missas celebradas pelo Papa Francisco na Praça São Pedro seguiram normalmente nesta quarta-feira (26), apesar do avanço do coronavírus na Itália. Não houve nenhuma precaução especial por parte do Vaticano.

A multidão foi menor do que a esperada para uma Quarta-Feira de Cinzas, data que marca o início da Quaresma, mas centenas de fiéis ainda se reuniram na sede da Santa Sé para ouvir o Papa.

O Papa expressou preocupação quanto à transmissão do novo vírus. “Eu gostaria de expressar novamente minha proximidade àqueles que estão doentes com o coronavírus e às equipes médicas que estão os tratando, bem como às autoridades civis e a todos aqueles trabalhando na assistência dos pacientes e em parar a transmissão.” O pontífice não usou máscara e cumprimentou os católicos com beijos e apertos de mão, como de costume.

Francisco também celebrou uma missa menor nesta quarta na Basílica de Santa Sabina, em Roma. Apenas poucos fiéis puderam entrar na igreja —mas não houve restrições quanto a apertos de mão e a receber a comunhão na boca.

Em poucos dias, a Itália se tornou o país mais atingido pelo coronavírus fora da Ásia: até a publicação desta reportagem, foram confirmadas 11 mortes e mais de 300 contaminados.

Com informações da CNN Newsource