Brasileiros ilhados em Portugal por coronavírus terão voos para retornar ao país


André Spigariol Da CNN Brasil, em Brasília
19 de março de 2020 às 18:19
Homem de máscara para prevenir contágio pelo novo coronavírus em Lisboa, capital

Homem de máscara para prevenir contágio pelo novo coronavírus em Lisboa, capital de Portugal

Foto: Rafael Marchante/Reuters

A embaixada do Brasil em Lisboa confirmou nesta quinta-feira (19) que quatro voos suplementares da companhia Azul irão trazer brasileiros que se encontram ilhados em território português por causa da pandemia do novo coronavírus e tinham passagens já compradas para retornar em voos da empresa.

A operação foi viabilizada por uma coordenação entre o consulado brasileiro na capital portuguesa e com o Ministério das Relações Exteriores. A Autoridade Nacional de Aviação Civil de Portugal autorizou as decolagens de Lisboa com destino a Campinas (SP) para os dias 20 e 21 de março.

Os voos estão destinados apenas a passageiros que já tinham comprado bilhetes pela Azul e querem antecipar seu regresso ao Brasil. Os interessados devem contatar diretamente a companhia. Até o fechamento dessa reportagem, o Itamaraty já contabilizava ao menos 883 brasileiros em Lisboa que manifestaram interesse em serem repatriados.

Escala de retorno dos brasileiros ilhados em Portugal em razão da pandemia do co

Escala de retorno dos brasileiros ilhados em Portugal em razão da pandemia do coronavírus

Foto: CNN Brasil

Além das demais recomendações, como a higienização frequente das mãos e o esforço em evitar aglomerações, o Ministério da Saúde recomenda que todos os que retornarem de viagens ao exterior se mantenham em isolamento domiciliar por um período mínimo de sete dias.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), há 642 casos confirmados de COVID-19 em Portugal. Duas pessoas morreram em virtude da doença.

Atendimento

O Ministério das Relações Exteriroes divulgou uma lista de telefones para os quais brasileiros podem ligar em caso da necessidade de apoio para retornar ao país. "O Itamaraty permanecerá empenhado em solucionar a presente situação e continuará prestando todo apoio consular a brasileiros impedidos de retornar ao Brasil", diz o órgão, em nota.

Veja os números de contato:

Américas: +55 61 98260-0610
Europa: +55 61 98260-0787
África e Oriente Médio: +55 61 98260-0568
Ásia e Oceania:  +55 61 98260-0613