Como as indústrias farmacêuticas da Europa estão lidando com o coronavírus

Reportagem da CNN mostra como países europeus estão lidando com as restrições impostas pela pandemia

Da CNN Brasil, em São Paulo
19 de março de 2020 às 00:22

Diante da pandemia do coronavírus, países da Europa começam a adotar medidas cada vez mais restritivas para a circulação de pessoas. Com as pessoas em casa, começam a surgir problemas relacionados à escassez de mão de obra, tanto para a produção de insumos, quanto pela questão logística.

Uma reportagem exclusiva da CNN mostrou como indústrias farmacêuticas na Inglaterra e Espanha estão lidando com o coronavírus e a distribuição de materiais de primeira necessidade diante da pandemia.

Entre os ingleses, o maior problema não é a produção, mas sim a distribuição. Para sanar a questão, a farmacêutica Boots teve que contratar mais motoristas e trabalhadores temporários para conseguir escoar sua produção, além de investir em novos fornecedores de produtos.

Na Espanha, onde o número de casos ultrapassou os 10 mil, o problema é a demanda. Entra em cena o Centro Militar Farmacêutico do país, que comumente usado para a produção de  produtos usados pelas tropas espanholas, mas que voltou suas atenções para a guerra contra o coronavírus. O foco do local agora é na produção de higienizador para as mãos e paracetamol, que são distribuídos para hospitais.