Itália registra 889 mortes por COVID-19 em 24 horas. Total chega a 10.023

Este é o segundo maior aumento diário desde o início do surto no dia 21 de fevereiro

Reuters
28 de março de 2020 às 16:04
Cartaz em balcão de casa em Nápoles, na Itália, pede que pessoas fiquem em casa para impedir avanço do COVID-19
Foto: Ciro de Luca - 13.mar.2020/ Reuters

Em 24 horas, o número de mortos em decorrência à pandemia de coronavírus na Itália subiu em 889, de acordo a Agência de Proteção Civil. A informação foi divulgada neste sábado (28). Este é o segundo maior aumento diário desde o início do surto no dia 21 de fevereiro.

O número total de mortos na Itália atingiu 10.023, de longe o país com maior número de mortes por coronavírus no mundo.

O maior aumento diário de mortos na Itália foi registrado na sexta-feira, quando 919 pessoas morreram. Antes disso, aconteceram 712 mortes na quinta-feira, 683 na quarta, 743 na terça e 602 na segunda.

O número total de casos confirmados na Itália subiu no sábado para 92.472, ante 86.498.

A Itália tem o segundo maior número de casos no mundo, atrás dos Estados Unidos. O país superou o número de infectados da China na sexta.

Na Itália, 12.384 pessoas infectadas se recuperaram no sábado, comparado com as 10.950 no dia anterior. Um total de 3.856 pessoas estavam em cuidados intensivos, contra dado anterior de 3.732.