Reino Unido terá feito bom trabalho se houver menos de 20 mil mortes, diz médico

Diretor médico do Serviço Nacional de Saúde (NHS), Stephen Powis, afirma que instituição tem trabalhado muito para aumentar a capacidade de tratamento intensivo

Reuters
28 de março de 2020 às 16:22
Policiais patrulham rua em Londres em meio à pandemia do coronavírus (24.MAR.2020)
Foto: Hannah McKay/Reuters

O Reino Unido terá feito um bom trabalho se passar pela crise do coronavírus com menos de 20 mil mortes, afirmou o diretor médico do Serviço Nacional de Saúde (NHS), Stephen Powis, neste sábado.

Questionado se esperava que o Reino Unido não estivesse na mesma trajetória de outros países, como a Itália, Powis disse: “Se conseguirmos manter as mortes abaixo de 20 mil, teremos feito um bom trabalho nesta pandemia”.

“Se for menos de 20 mil... isso seria um bom resultado, embora cada morte seja uma tragédia, mas não podemos ser complacentes sobre isso”, disse Powis, em uma entrevista coletiva em Downing Street, residência oficial do primeiro-ministro, ao lado do secretário de Comércio, Alok Sharma.

Ele disse que o NHS tem trabalhado muito duro para aumentar a capacidade de tratamento intensivo além dos 4 mil leitos que normalmente possui.

Acrescentou que o NHS estava preparando salas de cirurgia e áreas de recuperação para tratar dos pacientes críticos. Afirmou que isso estava acontecendo em hospitais de Londres, quase duplicando suas capacidades, embora ainda não tivesse sido usado para tratar pacientes.

“No momento, estou confiante que a capacidade existe”, disse Powis. “Ainda não atingimos a capacidade.”