Espanha registra 510 mortos na Sexta-Feira Santa, menor número em 19 dias

À medida em que a taxa de novas infecções e mortes diminui gradualmente, o governo considera afrouxar as medidas de isolamento

Da CNN Brasil
11 de abril de 2020 às 09:00 | Atualizado 11 de abril de 2020 às 09:27
Curva de óbitos por COVID-19 começa a achatar na Espanha 
Foto: Juan Medina/ Reuters

Um dos países mais afetados pela pandemia de novo coronavírus no mundo, a Espanha registrou 510 mortes na última sexta-feira (10), o menor número dos últimos 19 dias. No acumulado, o país, que já registrou 16.353 mortes desde o início do surto da COVID-19, conforme informou o ministério da Saúde espanhol, só fica atrás da Itália, com 18.849, e dos Estados Unidos, com 16.570 mortes.

No início de abril, o número de mortes chegou a 950 por dia, o que sobrecarregou o sistema nacional de saúde espanhol. Para dar conta dos atendimentos, as autoridades do país ocuparam prédios públicos desocupados para construir hospitais de campanha.

Agora, à medida em que a taxa de novas infecções e mortes diminui gradualmente, o governo considera afrouxar as medidas de isolamento, que têm mantido as pessoas confinadas em casa desde meados de março.

A partir desta segunda-feira (13), trabalhadores de setores como construção e manufatura vão poder voltar ao trabalho. As restrições ao cruzamento das fronteiras terrestres da Espanha com França e Portugal, entretanto, foi estendida por mais duas semanas, na tentativa de evitar uma nova entrada do vírus no país.

*Com informações da Reuters