Harry e Meghan cortam relações com quatro dos principais jornais do Reino Unido

Da CNN Brasil, em São Paulo
20 de abril de 2020 às 10:01
Príncipe Harry e Meghan Markle durante compromisso oficial na Abadia de Westminster
Foto: Henry Nicholls - 09.mar.2020/ Reuters

O príncipe Harry e a duquesa Meghan decidiram cortar relações com quatro dos principais jornais do Reino Unido: The Sun, The Daily Mail, Daily Mirror e Daily Express. A decisão foi comunicada em carta enviada a editores neste domingo (19), na qual dizem que não irão colaborar mais com os veículos de comunicação.

Na carta, compartilhada com a CNN por uma fonte próxima ao casal, Harry e Meghan dizem que consideram a liberdade de imprensa um pilar fundamental para quaisquer democracias, mas que há um “custo humano”, em relação à forma como os tabloides lidam com seus negócios.

“É muito preocupante que parte influente da mídia, ao longo de muitos anos, tenha se esforçado para se isolar da responsabilidade do que diz ou publica — mesmo quando sabem que podem ser informações distorcidas, falsas ou invasivas, além da razão”, diz o documento.

“Quando o poder é usado sem responsabilidade, a confiança que todos depositamos nessa indústria tão necessária é afetada”, acrescenta o casal. A nova abordagem também será aplicada às edições digitais dos jornais.

Desde que se casaram, em maio de 2018, Harry e Meghan mantêm uma relação tensa com os veículos de comunicação do Reino Unido. Para o casal, a mídia britânica faz uma cobertura agressiva, sem respeito à privacidade, às custas de aumentar receitas de publicidade.