Pizza e cerveja no parque: quarentena é descumprida em Londres com dias de calor

Aglomerações são registradas em diversas regiões da cidade durante feriado e fim de semana. O Reino Unido é o segundo país com mais mortes por Covid-19 no mundo

Ivana Kottosová, Angela Dewan e Simon Cullen, da CNN
10 de maio de 2020 às 06:22 | Atualizado 10 de maio de 2020 às 06:26
Aglomerações em parque no bairro de Hackney, em Londres
Foto: Hackney Police/ Reprodução

Durante feriado prolongado inicado em Londres no dia 8 de maio, a polícia da cidade tem registrado diversos casos de desrespeito à quarentena, com aglomerações ao ar livre em meio a dias quentes.

O Reino Unido é o segundo país do mundo com mais mortes por coronavírus até o momento. Já são mais de 31.000 mortes e cerca de 217.000 casos segundo dados da Universidade Johns Hopkins. 

No bairro de Hackney, no leste da capital inglesa, a autoridade policial local postou uma foto no Twitter de pessoas bebendo cerveja e vinho e comendo pizza em um parque. Os policiais lamentaram a situação: "infelizmente estamos travando uma batalha perdida nos parques hoje".

No sudeste da cidade, imagens do Greenwich Park também mostraram patrulhas policiais pedindo a pessoas que voltem para casa enquanto fazerem piqueniques e bebem ao sol.

Neste domingo, o primeiro-ministro britânico Boris Johnson deve apresentar um plano para começar a reduzir os bloqueios no país. Ele disse no início da semana que esperava que algumas restrições pudessem ser aliviadas já na segunda-feira.

Porém, ainda sem detalhes sobre quais medidas devem ser afrouxadas, a mídia britânica especula sobre o plano a ser apresentado.

Enquanto isso, o ministro da Habitação do país, Robert Jenrick, falou no domingo sobre um novo sistema de alerta em discurso ao país.

O Reino Unido provavelmente está no nível quatro do sistema de alerta, segundo Jenrick disse à Sky News. Os relatórios do país sugerem que o sistema de alerta se aplicaria inicialmente apenas à Inglaterra e que o governo trabalharia com a Escócia, o País de Gales e a Irlanda do Norte para estabelecer sistemas semelhantes.

"No momento, acreditamos que o país esteja em quatro na escala de cinco, sendo cinco o nível mais preocupante", disse Jenrick. “Nossa aspiração é reduzir isso o mais rapidamente possível para três, mas esta será uma abordagem cautelosa."