Vice dos EUA, Mike Pence não pretende se isolar após assistente ter Covid-19

Porta-voz afirmou que Pence trabalhará normalmente na segunda-feira, sem quarentena. País se preocupa com propagação de casos de coronavírus na Casa Branca

Da CNN*
11 de maio de 2020 às 00:28
O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence
Foto: Twitter/ Reprodução

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, não está em quarentena e planeja trabalhar normalmente na Casa Branca nesta segunda-feira (11), disse um porta-voz neste domingo, apesar dos relatos da mídia de que Pence estava se auto-isolando depois que uma funcionária testou positivo para o novo coronavírus.

"O vice-presidente Pence continuará seguindo os conselhos da Unidade Médica da Casa Branca e não está em quarentena", disse o porta-voz Devin O'Malley em comunicado.

"Além disso, o vice-presidente Pence testou negativos todos os dias e planeja estar amanhã na Casa Branca", acrescentou o comunicado.

O governo Trump não tem planos de manter o presidente Donald Trump e Pence separados, disse uma pessoa familiarizada com o assunto, à medida que aumentam as preocupações com a propagação do coronavírus na Casa Branca.

Trump disse a repórteres na sexta-feira que a porta-voz de Pence, Katie Miller, havia testado positivo para o vírus, um dia após a notícia de que o manobrista pessoal de Trump também havia testado positivo.

O presidente afirmou que ele próprio não havia tido contato com a porta-voz, casada com o conselheiro sênior da Casa Branca Stephen Miller, mas que ela passou algum tempo com o vice-presidente.

Trump, 73, e Pence, 60, foram criticados por não usarem máscaras, apesar de uma recomendação dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC) para fazê-lo em determinados ambientes públicos.

Trump disse que não usaria proteções faciais e não a usou publicamente em nenhum de seus eventos durante a pandemia, mas disse a repórteres na semana passada que experimentou máscaras nos bastidores durante sua visita a uma fábrica do artefato no Arizona.

Segundo a Bloomberg, no domingo Pence estava se isolando da Casa Branca após o diagnóstico de seu assessor. A NBC News informou que o vice estava mantendo "uma pequena distância" entre ele e os outros no fim de semana.

Três funcionários de alto escalão que orientaram a resposta dos EUA à pandemia de coronavírus também ficaram em quarentena no sábado, depois de entrar em contato com alguém que havia testado positivo para a doença, disseram suas agências e porta-vozes.

Os funcionários foram Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas, Robert Redfield, diretor do CDC, e o comissário de administração de medicamentos e alimentos dos EUA, Stephen Hahn.

O senador Lamar Alexander, que deveria realizar uma audiência de videoconferência com os funcionários do governo na terça-feira, também fica em quarentena depois que um membro de sua equipe testou positivo para a doença, informou seu escritório no domingo.

Alexander, 79, republicano, não tem sintomas, mas "ficará em quarentena no Tennessee por 14 dias", disse seu chefe de gabinete em comunicado.

* Com Reuters