Nova York registra menos de 100 mortes em 24 horas

É a primeira vez que número é registrado no epicentro da pandemia desde o início da crise de saúde

Luiza Duarte Da CNN, em Nova York
23 de maio de 2020 às 17:33
Broadway vazia em Nova York, Estados Unidos
Foto: Jeenah Moon - 29.mar.2020/Reuters

O número de mortes pela Covid-19 registradas nas últimas 24h no estado de Nova York ficou abaixo de 100 pela primeira vez, desde que o estado americano se tornou o epicentro da pandemia no mundo, no final de março.

Foram 84 fatalidades desde sexta-feira, confirmando a tendência de queda na curva de infecções. O som de ambulâncias e carros de bombeiros é menos frequente e os nova-iorquinos parecem concordar que o pior já passou. As taxas de contágio e de hospitalização estão em redução. 

Leia e assista também

Maioria dos novos casos de Covid-19 em Nova York é entre pessoas em quarentena

Governador de Nova York cita Brasil como mau exemplo de atuação contra Covid-19

Na metade de abril, o estado americano de 20 milhões de habitantes chegou a registrar mais de 800 mortes por dia provocadas pelo coronavírus. O país está em reabertura parcial, depois de semanas de confinamento. No entanto, a ordem de ficar em casa segue em vigor há dois meses na maior cidade americana, Nova York.

Até agora, o estado de Nova York registrou mais de 29 mil mortes e 358 mil casos da doença, mais que o dobro do número de doentes detectados em Nova Jersey, o segundo estado americano mais afetado, com 152 mil infecções.