Papa, em seu primeiro pronunciamento pós-lockdown, agradece médicos italianos

Ele os chamou de "anjos", inclusive por emprestar seus telefones a pacientes que estavam morrendo para que eles pudessem dizer seu adeus final às famílias

Christina Fincher e Philip Pullella, da Reuters
20 de junho de 2020 às 10:00
Papa Francisco nomeou novos bispos para Ruy Barbosa, BA, e Erexim, RS

Papa Francisco nomeou novos bispos para as cidades de Ruy Barbosa, na Bahia, e Erexim, no Rio Grande do Sul

Foto: Reuters

Em seu primeiro pronunciamento desde que a Itália suspendeu o isolamento social pelo novo coronavírus, papa Francisco agradece profissionais da saúde da região do país mais afetado pela pandemia. O discurso ocorreu na manhã deste sábado (20).

"Vocês foram um dos pilares de apoio a todo o país", disse ele a médicos e enfermeiros da região da Lombardia, no Clementine Hall, no Vaticano, área que não era usada há meses por causa da crise.

"A todos vocês aqui e a seus colegas de toda a Itália, minha estima e meus sinceros agradecimentos, e sei muito bem que estou interpretando os sentimentos de todos", falou.

O papa agradeceu aos trabalhadores da saúde, que usavam máscaras, por serem "anjos", inclusive emprestando seus telefones celulares a pacientes que estavam morrendo para que eles pudessem dizer seu adeus final aos seus entes queridos.

Leia também:

Papa pede para pessoas não comemorarem vitória sobre coronavírus muito cedo

Pessoas são mais importantes do que economia, diz papa sobre crise da Covid-19

Casos ativos de Covid-19 na Itália diminuem; 144 mil pessoas já se recuperaram

A Itália retornou à relativa normalidade em 3 de junho, quando os italianos foram autorizados a se mover novamente entre as regiões. Mas regras, como o distanciamento social em público e o uso de máscaras, ainda estão em vigor.

Quase 35 mil pessoas na Itália morreram pelo novo coronavírus, o quarto número mais alto do mundo depois dos Estados Unidos, Brasil e Grã-Bretanha.

Quase 170 deles eram médicos e o papa prestou homenagem especial a eles em seu discurso no sábado.

No final da reunião, o papa brincou sobre o que chamou de "liturgia da saudação", explicando que eles tirariam uma foto em grupo, mas ele "seria obediente às regras" e os cumprimentaria à distância enquanto passava pelo corredor. .

A audiência geral semanal de Francisco ainda está sendo realizada, sem público e transmitida pela Internet, embora ele tenha retomado a mensagem de domingo pela janela desde que a Praça de São Pedro foi reaberta, no mês passado.

Ele retomou as missas públicas, mas com apenas cerca de 50 pessoas permitidas.