Terremoto de 7,8 graus de magnitude atinge a costa do Alasca

Alerta de tsunami foi emitido após tremor - registrado a 98 quilômetros ao sudeste de Perryville -, mas depois retirado

Madeline Holcombe e Joe Sutton, da CNN
22 de julho de 2020 às 04:21 | Atualizado 22 de julho de 2020 às 10:23

Um terremoto com magnitude preliminar de 7,8 graus atingiu a costa do Alasca na manhã desta quarta-feira (22).

O terremoto foi centrado a 98 quilômetros, ao sudeste de Perryville, no Alasca, de acordo com o US Geological Survey. O tremor pode ser considerado "raso" a cerca de 10 quilômetros de profundidade.

Leia também:
Vídeo mostra momento em que jovem jogador russo é atingido por raio em campo

 

"Qualquer coisa abaixo de 70 quilômetros é considerada um terremoto raso", disse o meteorologista da CNN Allison Chinchar. "Isso é importante, porque terremotos rasos geralmente causam mais danos, em comparação com os mais profundos, independentemente da força."

Um alerta de tsunami foi emitido após o terremoto, mas depois foi retirado. O alerta vigorou por algumas horas no sul do estado - costas do Pacífico, desde Kennedy Entrance (40 quilômetros a sudoeste de Homer) até Unimak Pass, no Alasca, de acordo com o Tsunami Warning Center.

Terremotos são mais propensos a se transformar em tsunamis se forem de alta magnitude, são rasos e são terremotos de impulso, em vez de terremotos de escorregão, de acordo com o USGS. Terremotos entre as magnitudes 7,6 a 7,8 têm o potencial de produzir tsunamis destrutivos.

Marcação indica local de tremor na costa do Alasca
Foto: USGS/ Reprodução