Michelle Obama e Sanders devem unir forças na 1ª noite da convenção democrata

Evento está programado para ocorrer de 17 a 20 de agosto, e também contará com a participação de John Kasich, Hillary Clinton e Elizabeth Warren

Jessica Dean e Dan Merica, da CNN
09 de agosto de 2020 às 00:48
Michelle Obama, John Kasich e Bernie Sanders
Michelle Obama, John Kasich e Bernie Sanders devem focar em passar uma mensagem de união aos eleitores norte-americanos
Foto: Associated Press

A primeira noite da Convenção Nacional Democrata norte-americana deve ser marcada por uma mensagem de união, com a participação do senador por Vermont Bernie Sanders, a ex-primeira-dama Michelle Obama e o ex-governador republicano de Ohio John Kasich, de acordo com uma fonte que teve acesso ao planejamento do evento.

Os palestrantes representam um amplo espectro político de apoio para o ex-vice-presidente Joe Biden nas eleições presidenciais dos Estados Unidos. Sanders é um líder importante da ala mais esquerda do Partido Democrata. Já Kasich disputou uma indicação do Partido Republicano à presidência em 2016. E a ex-primeira-dama é amplamente popular entre os democratas.

A convenção também contará com discursos de Hillary Clinton e Elizabeth Warren no dia 19 de agosto, segundo um funcionário democrata familiarizado com a programação do evento.

Assista e leia também:
Trump cancela convenção na Flórida após aumento de casos de Covid-19
Eleições nos EUA: Trump perde terreno enquanto país luta contra Covid-19
Eleições nos EUA: Trump precisa vencer na Carolina do Norte, onde está perdendo

Os demais palestrantes da Convenção Nacional Democrata 2020 ainda não foram confirmados, e a equipe trabalha para preencher a programação e ajustar o evento de forma a torná-lo virtual.

O Partido Democrata anunciou nesta semana que o provável indicado Biden e seu colega de chapa – ainda não anunciado – não vão viajar a Milwaukee por motivos de segurança em razão da pandemia de Covid-19. Em vez disso, Biden vai aceitar a indicação do estado de Delaware.

Geralmente as convenções políticas duram quatro dias inteiros com programação em uma arena lotada. Neste ano, os democratas vão transmitir o evento pela internet e as apresentações serão condensadas, durando apenas duas horas em cada noite.

A convenção está programada para ocorrer de 17 a 20 de agosto, depois que os democratas decidiram adiar o evento em um mês por causa da pandemia.

(Texto traduzido, clique aqui e leia o original em inglês.)