Trem de passageiros descarrila na Escócia e deixa 3 mortos

Premiê escocesa fala em acidente 'extremamente sério'; causa do incidente ainda é desconhecida

Da CNN
12 de agosto de 2020 às 08:43 | Atualizado 12 de agosto de 2020 às 13:27

Um trem de passageiros descarrilou na Escócia nesta quarta-feira (12) matando ao menos 3 pessoas, segundo a polícia local. Outras seis foram levadas para o hospital com ferimentos, mas nenhuma em estado grave.

"Infelizmente, apesar dos esforços dos paramédicos, podemos confirmar que três pessoas foram declaradas mortas no local", de acordo com uma nota da British Transport Police (força policial que atua nas ferrovias britânicas). A corporação afirmou ainda que o condutor do trem está entre os mortos.

O acidente foi descrito pela primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, como “extremamente sério”.

O trem, que saiu da cidade de Aberdeen rumo a Glasgow, era composto por duas locomotivas e quatro vagões de passageiros. As primeiras informações indicam que a locomotiva da frente e os três primeiros vagões descarrilaram.

Assista e leia também:
Ponte desaba parcialmente após trem descarrilar nos EUA
'O prédio tremeu e os vidros caíram', diz professora sobre explosão em Beirute

Fumaça é vista em local onde trem descarrilou na Escócia
Foto: Reprodução - 12.ago.2020 / CNN

Imagens de um vídeo publicado nas redes sociais mostram uma nuvem de fumaça saindo do local do acidente, na costa leste do país. De acordo com a imprensa britânica, ao menos 2 helicópteros e 25 carros de polícia e ambulâncias foram encaminhados à área.

“Este é um incidente extremamente sério”, disse Sturgeon. “Recebi informações preliminares da Network Rail (que administra a rede ferroviária britânica) e dos serviços de emergência, e estou me atualizando. Todos os meus pensamentos estão com os envolvidos.”

Causa do acidente ainda é desconhecida

A polícia recebeu relatos do descarrilamento de um trem perto de Stonehaven, cidade a 15 km ao sul de Aberdeen, por volta das 9h40 (5h40 em Brasília). 

Segundo a Network Rail, "ainda é muito cedo para confirmar exatamente a natureza e a gravidade" da situação.

Em sua conta no Twitter, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, lamentou o acidente. "Fico triste em saber do incidente muito sério em Aberdeen e meus pensamentos estão com todos os afetados. Agradeço aos serviços de emergência que estão no local."

O secretário de Transportes do Reino Unido, Grant Shapps, disse que foi informado sobre o ocorrido e vai se reunir com a equipe da Network Rail.

"O governo britânico vai fornecer todo o apoio. Meus pensamentos estão com os envolvidos e suas famílias", afirmou Shapps.

O trem saiu da cidade de Aberdeen rumo a Glasgow
Foto: Reprodução - 12.ago.2020 / Reuters

Chuvas da madrugada causaram alagamentos

Algumas ruas e campos da Escócia ficaram inundados nesta quarta após chuvas torrenciais registradas durante a madrugada. As tempestades causaram quedas de energia e deslizamentos de terra no centro e leste do país.

O Met Office (serviço nacional de meteorologia do Reino Unido) emitiu um alerta, dizendo que alguns lugares poderiam presenciar "severas" tempestades também nesta quarta.

No entanto, ainda não se sabe se os alagamentos causaram algum tipo de problema na linha férrea que possa ter desencadeado o acidente com o trem de passageiros.

As chuvas no Reino Unido surgem no momento em que a região é afetada por uma onda de calor, com temperaturas chegando a mais de 30ºC em muitas áreas.

(Com Flávia Duarte, da CNN, em Londres, e Reuters)