Itália registra mais de mil novos casos de Covid-19 pela primeira vez desde maio

De acordo com as autoridades locais de saúde, o aumento de casos em algumas regiões está relacionado ao retorno de pessoas do exterior

Livia Borghese, da CNN
22 de agosto de 2020 às 17:32
Profissional de saúde com trajes de proteção na Itália: número de infectados sobe
Foto: Ciro de Luca -26.jun.2020/ Reuters

A Itália registrou 1.071 novos casos de coronavírus neste sábado (22), o maior número desde 12 de maio, de acordo com novos dados do governo.

Números divulgados pelas autoridades italianas confirmam que existem atualmente 17.503 casos ativos de coronavírus na Itália, enquanto o número total de casos, incluindo mortes e recuperações, agora é de 258.136.

Assista e leia também:
Covid-19: É possível ser infectado mais de uma vez pelo novo coronavírus?
Uma pessoa pode tomar mais de uma vacina contra a Covid-19?
Por que é importante para o Brasil ter vacina nacional contra a Covid-19

Enquanto isso, mais três mortes foram registradas nas últimas 24 horas, enquanto 64 pacientes com coronavírus permanecem atualmente em tratamento intensivo.

De acordo com as autoridades locais de saúde, o aumento de casos em algumas regiões está relacionado ao retorno de pessoas do exterior à Itália.

Na região do Lazio foram registrados 215 casos adicionais - destes, o Departamento de Saúde regional afirma que 61% estão relacionados a pessoas que voltaram de férias, incluindo vários viajantes que voltaram da Sardenha.

“Hospitais e unidades de terapia intensiva estão sob controle”, disse o assessor regional de saúde Alessio D’Amato em um comunicado no sábado (22), apelando aos jovens para que não presumam que são “invencíveis” ao vírus. “O vírus é sutil e pode criar problemas sérios para você e seus entes queridos”, acrescentou D’Amato.

(Texto traduzido. Clique aqui e leia o original em inglês)