Ao menos 40 golfinhos são encontrados mortos após derramamento de óleo no Índico

O número de animais mortos pode aumentar. Yasfeer Heenaye, um pescador local de 31 anos, disse à Reuters disse que viu quase 200 golfinhos dentro de um recife n

Giulia Paravicini, Katharine Houreld, da Reuters
29 de agosto de 2020 às 12:32 | Atualizado 29 de agosto de 2020 às 12:35
 
Foto: Reuben Pillay/ Reuters

Pelo menos 40 golfinhos foram encontrados mortos nas Ilhas Maurício, país da África localizado no Oceano Índico, desde segunda-feira (27), numa área afetada por um derramamento de óleo após um navio japonês naufragado quebrar e começar a despejar a substância no final do mês de julho. 

             Leia também:

             Lei que proíbe latido de cachorro é aprovada em SC; vereador alega mal entendido

             Onça é resgatada de incêndio no Pantanal; animal sofreu ferimentos graves

             Coalas feridos em incêndios na Austrália voltam à natureza após tratamento

O número de animais mortos pode aumentar. Yasfeer Heenaye, um pescador local de 31 anos, disse à Reuters disse que viu quase 200 golfinhos dentro de um recife na manhã de sexta-feira (28) e, aproximadamente, 30 deles estavam mortos. 

“Dentro do recife há derramamento de óleo na água – se eles ficarem dentro talvez todos morram – mas se saírem talvez sobrevivam. Estávamos tentando empurrar os golfinhos para fora do recife, fazendo barulho no barco para fazer com que os eles saíssem do local”, disse ele.

 
Foto: Reuben Pillay/ Reuters

Os resultados da autópsia de 25 golfinhos, que chegaram à costa na última semana, são esperados nos próximos dias, disse Jasvin Sok Appadu, do ministério da pesca das Ilhas Maurício.

Até agora, os veterinários examinaram apenas dois deles, que apresentavam sinais de ferimentos, mas nenhum traço de hidrocarbonetos foi encontrado em seus corpos, de acordo com os resultados da autópsia preliminar. 

Na última quinta-feira (27), o Greenpeace pediu ao governo das Ilhas Maurício para abrir uma “investigação urgente, a fim de apurar a causa das mortes e quaisquer ligações com o derramamento de óleo de Wakashio”.