Desenvolvimento sustentável preocupa toda a União Europeia, diz embaixador

Embaixador da União Europeia no Brasil, Ignácio Ibáñez, minimizou as críticas de políticos europeus e se mostrou confiante com o avanço do acordo UE-Mercosul

Da CNN, em São Paulo
24 de setembro de 2020 às 23:59

Para além das críticas mundiais em relação à política ambiental brasileira, a percepção negativa sobre o trabalho do Brasil para preservação de suas florestas pode colocar em xeque o acordo comercial entre o Mercosul e União Europeia.

Em entrevista para a CNN, nesta quinta-feira (24), o embaixador da União Europeia no Brasil, Ignácio Ibáñez, minimizou as críticas de políticos europeus e disse que essas ameaças já foram feitas em um passado próximo.

Leia também

Após fala na ONU sobre meio ambiente, Bolsonaro discute regularização fundiária

Brasil voltou a ser pária internacional em meio ambiente, diz Armínio Fraga

Califórnia vai proibir venda de carros a gasolina a partir de 2035

Embaixador da União Europeia no Brasil, Ignácio Ibáñez, em entrevista para a CNN (24.set.2020)
Foto: CNN Brasil

“Os grupos de interesse europeus que têm visão negativa do acordo, vão aproveitar o momento, por isso que temos que ter a postura de explicar o que está acontecendo,” disse Ibáñez.

“No ano passado muitos diziam que o novo governo iria tirar o Brasil do Acordo de Paris e que por isso a Europa não podia fechar um acordo. Ao final o governo brasileiro reiterou seu compromisso com o acordo. O Desenvolvimento sustentável é importante para toda a Europa.”

O discurso de Bolsonaro na ONU

Questionado sobre o que achou do discurso do presidente brasileiro na abertura da Assembleia Geral das Nações Unidas, o embaixador ressaltou a mensagem pró livre comércio dita por Bolsonaro, dizendo ser do interesse do bloco europeu.

“Bolsonaro passou uma mensagem que para os europeus é importante: o apoio ao livre comércio. O Brasil tem um passado protecionista, então ver o presidente defendendo o livre comércio é uma boa notícia para nós.”

(Edição de Diego Freire)