Suspeito de ataque com faca tinha como alvo revista satírica Charlie Hebdo

Duas pessoas foram hospitalizadas. Em 2015, redação da publicação sofreu atentado que deixou 12 mortos

Da CNN
26 de setembro de 2020 às 21:38

O suspeito de ter realizado ataques a faca em Paris tinha como alvo a revista satírica Charlie Hebdo. Na sexta-feira (25) um homem esfaqueou duas pessoas, que foram hospitalizadas. Ele foi preso e a polícia local disse neste sábado (26) que ele está "cooperando com as investigações, respondendo às perguntas do inquérito".

O caso foi registrado como terrorismo islâmico, e ainda não se sabe se ele agiu sozinho ou a mando de alguma célula terrorista. Em 2015, a revista foi alvo de um sangrento atentado terrorista, que deixou 12 mortos. No começo deste mês, começou o julgamento de 14 suspeitos deste ataque.