Há muita coisa em jogo nessas eleições, incluindo o Brasil, diz analista da CNN

Mark Preston, analista político sênior, entende que o debate vai ser um momento de provação para Biden, que terá de enfrentar as provocações de Trump

Da CNN, em São Paulo
29 de setembro de 2020 às 23:10 | Atualizado 29 de setembro de 2020 às 23:12

Mark Preston, analista político sênior da CNN, disse em entrevista ao Jornal da CNN que as eleições presidenciais norte-americanas terão impacto não apenas nos Estados Unidos, mas no resto do mundo, incluindo o Brasil.

“A questão interessante dessas eleições é que há muita coisa em jogo, incluindo para o Brasil. Não veremos discussões sobre política externa e relações comerciais, mas sim sobre a Covid-19 e a gravidade do vírus, além da discussão sobre os impostos de Trump. Será um embate de personalidades”, disse.

Leia também

Os 6 grandes temas do debate desta noite entre Trump e Biden

Para professora, desafio de Biden será se conter diante das provocações de Trump

Trump deve focar em segurança em primeiro debate com Biden, projeta professor

Mark Preston, analista político sênior da CNN
Foto: CNN (29.set.2020)

Preston entende que o debate realizado na noite desta terça vai ser um momento de provação para Biden, que terá de enfrentar as provocações de Trump. Segundo o analisa, se o candidato democrata conseguir segurar seus ânimos, poderá se sair bem.

“Biden é um político de velha guarda, então tem um componente de cavalheirismo, que pode ser um problema para ele. Se Trump tirá-lo do sério, não será bom para Biden. Mas se o democrata controlar sua raiva e responder no mesmo tom de Trump, mas de maneira calma e vigorosa, ele poderá ser bem sucedido. Por outro lado, Trump precisa mostrar que é um líder de verdade.”

Preston também falou sobre a possibilidade de Trump se utilizar de fake news durante o debate, e disse que Biden terá que interromper o presidente caso ele comece a argumentar com notícias falsas.

“Se Trump começar a utilizar informações falsas e não ser repreendido pelo moderador, Biden conseguirá enfrentá-lo? O democrata deveria interromper Trump se achar que ele está mentindo para os americanos.”

Cartazes das campanhas de Joe Biden e Donald Trump - 21/09/2020
Foto: Al Drago/Reuters


(Edição do texto: Paulo Toledo Piza).