Meghan Markle: fui a pessoa mais 'trolada' do mundo em 2019

"Se as pessoas dizem coisas sobre você que não são verdadeiras, o que isso faz à sua saúde mental e emocional é muito prejudicial", diz Duquesa de Sussex

Da CNN
11 de outubro de 2020 às 13:11 | Atualizado 11 de outubro de 2020 às 15:35
A duquesa de Sussex, Meghan Markle
Foto: Sussex Royal/Divulgação

Meghan, Duquesa de Sussex e mulher do príncipe Harry, contou a um podcast voltado ao público adolescente como foi sua luta contra a 'trolagem' que sofreu na internet — problema que muitos adolescentes enfrentam regularmente, especialmente durante o isolamento imposto pela pandemia do novo coronavírus.

Leia mais:
Meghan Markle e príncipe Harry assinam contrato com a Netflix

"Me contaram que em 2019 eu era a pessoa mais 'trolada' em todo o mundo — homem ou mulher", disse em entrevista a seu marido, o príncipe Harry, ao "Teenage Therapy Podcast", numa ação para aumentar a conscientização do tema no Dia Mundial da Saúde Mental neste sábado (10).

“Oito meses depois eu nem estava visível. Estava de licença maternidade e com um bebê. Mas o que foi capaz de ser feito é quase impossível de sobreviver. Isso é tão grande que você nem consegue pensar. Não importa se você tem 15 ou 25 anos. Se as pessoas dizem coisas sobre você que não são verdadeiras, o que isso faz à sua saúde mental e emocional é muito prejudicial.”

O "Teenage Therapy" é um podcast apresentado por um grupo de cinco amigos adolescentes que moram na Califórnia.

"Em homenagem ao Dia Mundial da Saúde Mental, o Duque e a Duquesa de Sussex sentaram com a gente para uma conversa sobre como priorizar a saúde mental, remover o estigma em torno do problema e como todos nós podemos contribuir para um mundo mais saudável: física, mental e emocionalmente", informou o grupo em post no Instagram.

"Não podemos enfatizar o suficiente o quanto estamos honrados por poder levar a você esta importante conversa. Esperamos que você goste e encontre algo que possa aplicar em sua própria vida. Cuide-se, você merece ser amado."

Conversa pessoal

O casal conversou pessoalmente com os adolescentes para gravar o episódio e todos foram vistos usando máscaras em uma foto nas contas de mídia social do grupo.

Meghan falou sobre isolamento e bullying online. “Mesmo que nossa experiência seja única para nós e obviamente possa parecer muito diferente do que as pessoas vivenciam no dia a dia, ainda é uma experiência humana e universal", disse.

"Todos nós sabemos o que é sentir nossos sentimentos feridos. Sabemos o que é estar isolado. E acho que é por isso que o trabalho que vocês fazem aqui [no podcast] é tão importante, que as pessoas saibam que há alguém para conversar. Você não está sozinho em nada disso. Todos nós estamos descobrindo."

O príncipe Harry disse que vulnerabilidade não é uma fraqueza, mas um sinal de força e como é importante falar sobre experiências.

"É muito fácil ser sugado e consumido pela negatividade, mas todos nós temos a opção de cortar isso de nossas vidas. Eu fiz a escolha de não ler, não ver e me afastar disso e me concentrar muito no lado edificante e esperançoso que eu recebo da sua geração", disse Harry aos adolescentes. O príncipe contou ainda que a meditação também o ajuda.

De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), "o Dia Mundial da Saúde Mental é comemorado em 10 de outubro, com o objetivo geral de aumentar a conscientização sobre as questões de saúde mental em todo o mundo e mobilizar esforços em prol da saúde mental". 

Em janeiro, Harry e Meghan anunciaram que estavam "se afastando" de seus papéis de membros da família real britânica e que dividiriam o tempo entre o Reino Unido e os Estados Unidos.