Alerta de tsunami é emitido após terremoto próximo ao Alasca

O fenômeno disparou um alerta de tsunami na área, informou o Serviço Geológico dos EUA

Steve Almasy, Dave Alsup e Andy Rose, da CNN
19 de outubro de 2020 às 19:42 | Atualizado 19 de outubro de 2020 às 20:44
Mapa identifica epicentro de terremoto que provocou tsunami no Alaska
Foto: NWS/Divulgação

Um terremoto de magnitude 7,5 na escala Richter atingiu o sul das Ilhas Aleutas, no Alasca, na segunda-feira (19), disparando um alerta de tsunami na área, informou o Serviço Geológico dos EUA.

O Centro de Alerta de Tsunami dos país disse que o terremoto, inicialmente relatado como uma magnitude 7,4, disparou o alerta Sand Point, Cold Bay e Kodiak, que são povoados com poucos habitantes. 

“Ainda estamos aguardando por ondas que possam ter sido geradas pelo tremor”, afirmou Scott Langley, do Centro Nacional de Alerta para Tsunami.

Ele disse que a área sujeita ao alerta é “bem remota”. Os oficiais devem saber logo se um tsunami foi gerado.

“Para as outras costas do Pacífico americanas e canadenses, o nível de risco está sendo avaliado. Novas informações serão dadas em mensagens complementares”, publicou a agência.

O epicentro do terremoto foi registrado a menos de 100 quilômetros da cidade de Sand Point na Península Aleuta, na parte sudoeste do estado. “Nós o sentimos, foi um dos grandes”, afirmou Lorna Osterback, funcionária de uma clínica em Sand Point.

Osterback afirmou que moradores da cidade estão se encaminhando para locais de altitude maior por conta do terremoto, enquanto esperam pelos avisos sobre o risco de tsunami.

“Esperamos que aconteça mais um em mais ou menos meia hora”, disse a moradora. “Nós estamos bem perto da falha. Eu cresci aqui, sei que é comum”.

Com informações da Reuters