Tom mais moderado de Trump não deve surtir efeito, diz presidente do Ipsos

Segundo a avaliação de Young, o debate terminou em “empate técnico”, o que ajuda Biden, que está a frente nas pesquisas.

Da CNN, em São Paulo
23 de outubro de 2020 às 19:44

 

O último debate presidencial dos Estados Unidos de 2020 foi ameno, especialmente pela mudança de postura de Donald Trump, que deixou de lado as diversas interrupções do primeiro encontro. 

Em entrevista à CNN nesta sexta-feira (23) Clifford Young, presidente do Instituto Ipsos, disse que a estratégia adotada pelo republicano foi correta, mas não acha que isso vai surtir efeito em sua campanha.

Leia também

Trump acena a eleitores negros, mas critica movimento Black Lives Matter

Os momentos-chave do último debate presidencial entre Trump e Biden

Donald Trump durante o último debate antes da eleição presidencial dos Estados Unidos
Foto: Reprodução/CNN (22.out.2020)

“Não acho que a mudança de tom vai ajudá-lo, mas foi a estratégia certa. Ele se mostrou mais presidenciável para chegar nos moderados e independentes. Apesar de ter se contido, foi possível ver que foi difícil para ele, que queria atacar Biden em diversas falas do democrata.”

Segundo a avaliação de Young, o debate terminou em “empate técnico”, o que ajuda Biden, que está à frente nas pesquisas.

(Edição:Sinara Peixoto)