Suspeito de ataque em Nice é identificado por polícia francesa


da CNN*
29 de outubro de 2020 às 16:51
Agentes de segurança isolam área após ataque em igreja de Nice

Agentes de segurança isolam área após ataque em igreja de Nice

Foto: Eric Gaillard - 29.out.2020 / Reuters


A polícia nacional francesa identificou o suspeito do ataque em Nice como Brahim Aouissaoui, nascido em 1999. 

Uma fonte no ministério do Interior italiano disse à CNN que o homem chegou à Europa por meio da ilha de Lampedusa, no sul do país. 

O prefeito de Nice, Christian Estrosi, disse que a polícia atirou no suspeito, que continua vivo e está sob custódia. 

Estrosi disse que "tudo indica" que o crime foi um ataque terrorista.

Leia também:

Ataque com faca deixa ao menos 3 mortos e vários feridos na França

Premiê francês diz que resposta a ataque em Nice será 'firme e implacável'

Mais cedo nesta quinta (29), três pessoas foram mortas à faca na Basílica de Notre Dame, a principal igreja católica de Nice, cidade mediterrânea francesa. 

Uma das vítimas teve a garganta cortada, confirmou uma fonte à CNN. Antes, o prefeito da cidade havia dito, erroneamente, que se tratava de uma decapitação. Outra vítima, um homem, morreu após múltiplas facadas. A terceira vítima, uma mulher, foi ferida dentro do local e conseguiu escapar, mas morreu em um café nos arredores. 

Após visitar o local, o presidente francês Emmanuel Macron disse que o país não se entregará ao terrorismo após mais uma vez estar sob ataque do que chamou de "loucura terrorista e islâmica". 

O caso acontece duas semanas após um professor ser degolado em Paris após usar caricaturas do profeta Maomé durante uma aula. 

Não é a primeira vez que Nice é alvo de ataques semelhantes. em 2016, vários morreram atropelados por um caminhão dirigido por um criminoso inspirado pelo Estado Islâmico.

(*Com informações de Danny Bobille e Livia Borghese, da CNN Internacional)