Papa Francisco se compromete a acabar com abusos sexuais na Igreja Católica


Da CNN
11 de novembro de 2020 às 09:26 | Atualizado 11 de novembro de 2020 às 09:29


O papa Francisco fez um novo pronunciamento, nesta quarta-feira (11), afirmando que pretende acabar com os abusos sexuais na Igreja Católica. "Renovo minha proximidade com as vítimas de todo abuso e o meu comprometimento com a igreja em acabar com esse mal", disse.

Após a declaração, o papa fechou os olhos e fez uma oração em silêncio.

A fala do pontífice acontece após a divulgação de um relatório que indica a ineficiência do Vaticano no caso que envolveu o cardeal americano Theodore McCarrick. Na terça (10), um relatório sobre o caso foi revelado indicando que o papa João Paulo II, que morreu em 2005, foi alertado sobre as alegações de abuso sexual contra o ex-cardeal.

Leia também:
Vaticano admite que João Paulo II promoveu arcebispo ciente de suspeita de abuso
Igreja da Inglaterra falhou em proteger crianças de abuso sexual, diz inquérito
Papa altera administração de fundos do Vaticano após escândalo imobiliário

Papa Francisco faz nova declaração contra abusos sexuais na Igreja

Papa Francisco faz nova declaração contra abusos sexuais na Igreja (11.nov.2020)

Foto: CNN Brasil

(Edição: André Rigue)