Australiana morre ao cair de um penhasco quando tentava tirar uma foto

Rosy Loomba, de 38 anos, estava com o marido e o filho quando despencou de uma altura de mais de 80 metros

Jessie Yeung, da CNN
14 de dezembro de 2020 às 07:28
Boroka Lookout oferece vistas panorâmicas das montanhas próximas
Foto: Reprodução / David Morgan via Instagram

Uma mulher na Austrália morreu ao cair de um penhasco nesse sábado (12) quando tentava tirar uma foto no local.

Rosy Loomba, de 38 anos, estava com o marido e o filho quando sofreu o acidente no Parque Nacional Grampians, no estado de Victoria, segundo a emissora Nine News, afiliada da CNN. Eles estavam no Boroka Lookout, parte de um penhasco que tem vistas panorâmicas das montanhas próximas.

Assista e leia também:
O elevador externo mais alto do mundo e a inspiração para a paisagem de 'Avatar'
Saiba como, onde e em qual horário assistir ao eclipse solar nesta segunda
O IPVA está chegando: saiba como calcular quanto vai pagar de imposto

A polícia informou que Loomba ultrapassou barreiras de segurança e parou em uma pedra para posar para uma foto, quando tropeçou na borda e despencou de uma altura de mais de 80 metros.

Testemunhas contaram que Loomba gritou, mas ninguém conseguiu ajudar. A polícia e serviços de emergência estaduais trabalharam por seis horas até conseguirem recuperar o corpo. A plataforma de observação ficou fechada durante toda a tarde para o trabalho das equipes, mas foi reaberta à noite.

O local é um ponto popular para turistas tirarem fotos. No Instagram, é possível ver dezenas de pessoas sentadas na pedra, com as pernas suspensas no ar ou até mesmo dando cambalhotas no local.

O guia Graham Wood contou que havia alertado alguns turistas sobre a atração cerca de meia hora antes da queda de Loomba. “Comentei com meus clientes que isso [pessoas muito na beirada] acontece toda hora”, disse ele. “E um dia alguém vai cair. Estou triste que aconteceu.”

As autoridades lembraram o público sobre a importância de seguir as orientações de segurança e que nenhuma foto vale a vida da pessoa. “Não podemos isolar todas as partes de Victoria”, afirmou a ministra de Polícia, Lisa Neville. “As pessoas têm que ter responsabilidade.”

(Texto traduzido. Leia o original em inglês.)